PG intensifica ações para coibir o descarte irregular de resíduos da construção civil

Recentemente, um caminhão foi apreendido no Glória por essa prática ilegal

Comentar
Compartilhar
17 JUL 2019Por Da Reportagem18h01
Munícipes que flagrarem atividades irregulares deste tipo podem denunciarFoto: Divulgação/PMPG

A Prefeitura de Praia Grande vem intensificando o combate ao descarte irregular de resíduos da construção civil (RCC). As ações estão sendo realizadas em todas regiões da Cidade. A atuação ocorre de forma integrada e através de parceria entre as secretarias de Meio Ambiente (Sema), Assuntos de Segurança Pública (Seas), Guarda Civil Municipal (GCM) e o Grupamento Ambiental da corporação praia-grandense.

Entre os trabalhos desenvolvidos, destaques para o Coletas Online, moderno sistema gerenciado pela Secretaria de Meio Ambiente (Sema) da Cidade na gestão eletrônica de rastreamento e controle dos resíduos, além da utilização das câmeras OCR (reconhecimento de caracteres), que fazem parte do Centro Integrado de Comando e Operações Especiais (Cicoe) da Cidade e são ferramentas importantes no monitoramento dos veículos que transportam esse tipo de material dentro do Município.

Recentemente, através de uma denúncia anônima, um caminhão de Santos foi apreendido após iniciar o descarte irregular de RCC na Rua Elvira Fernandes de Lima, no Bairro Glória, via localizada próxima a Área de Transbordo.

Essa apreensão demonstra com exatidão como a interface entre os setores da Prefeitura está funcionando de maneira ajustada nesse combate. Da denúncia até o encerramento dos trabalhos por parte das equipes, que culminou com a apreensão do veículo, foram cerca de 30 minutos.

Após a denúncia, o Cicoe foi acionado, monitorou o veículo, fez a análise das imagens e imediatamente emitiu alerta para a viatura da GCM que estava mais próxima da ocorrência. Ao mesmo tempo o contato já havia sido feito com o setor de Fiscalização da Sema. Já no local, a equipe do Meio Ambiente realizou a notificação solicitando o cadastro da atividade, lavrou a infração por transporte de RCC sem cadastro para exercer a atividade, além de confirmar a apreensão do veículo, encaminhado para o Pátio Municipal.

“Praia Grande se esforça diariamente para conter tais práticas. O próximo passo da Sema será intensificar a fiscalização sobre o descarte irregular em áreas urbanas, os quais são praticados em sua grande maioria por pequenos geradores de RCC, e que causam grandes prejuízos ao sistema de drenagem e a manutenção pública, além de consequências prejudiciais ao meio ambiente”, explicou o secretário de Meio Ambiente de Praia Grande, Israel Lucas Evangelista.

O coordenador da Fiscalização de RCC da Sema, Luciano Mola, destacou o sucesso da interface com a GCM. “O patrulhamento ostensivo e preventivo tem como objetivo flagrar tais infrações, inclusive em atuação conjunta com o sistema de monitoramento, através da utilização de câmeras OCR’s. Tudo isso tem proporcionado uma melhor estrutura para fiscalização ambiental dentro do Município”.

Denuncie - Munícipes que flagrarem atividades irregulares deste tipo podem denunciar essas infrações no Setor de Fiscalização de RCC da Sema, pelo telefone 153. 

Colunas

Contraponto