Petrópolis está em estado de atenção por causa das chuvas

egundo a prefeitura, o motivo da ação foi a prevenção de desastres, pois foram registrados 30 milímetros (mm) de chuva em menos de uma hora.

Comentar
Compartilhar
11 JAN 201323h11

As fortes chuvas que atingiram na noite passada (10) o município de Petrópolis, na região serrana, fizeram com que a Defesa Civil Municipal acionasse quatro sirenes de emergência para alertar a população do bairro Independência, que fica em uma área de risco. com perigo de deslizamento de terra. Segundo a prefeitura, o motivo da ação foi a prevenção de desastres, pois foram registrados 30 milímetros (mm) de chuva em menos de uma hora, volume considerado alto para o curto período de tempo.

A prefeitura informou que apenas três ocorrências referentes a pequenos deslizamentos na cidade, mas não há registros de pessoas desalojados ou desabrigadas. Durante a tarde de hoje, uma chuva fina atingiu o município, que continua em estado de atenção devido à previsão de mais chuva para o fim de semana.

Em  Duque de Caxias, os locais mais atingidos pelos temporais no distrito de Xerém, na Baixada Fluminense, continuam sendo vistoriados pela Defesa Civil Municipal, que tem monitorado as encostas e as comunidades às margens do Rio Capivari. Segundo o órgão, continua chovendo no local, mas não houve situação de emergência. A prefeitura do município informou hoje (11) que 94 pessoas permanecem alojadas em dois abrigos oficiais, 208 casas foram interditadas e outras 45 foram demolidas nas áreas de risco do distrito.

Em Volta Redonda, no sul do estado, uma casa desabou parcialmente no bairro Retiro devido às chuvas intensas que atingem o local, mas não foram registradas vítimas. Segundo a prefeitura do município, apenas uma família está desalojada, mas não houve a necessidade de serem usados os abrigos públicos. Até a tarde de hoje, houve 18 casos de deslizamento de terra.

A prefeitura informou que o Rio Paraíba, que corta o município, chegou a 2,77 metros acima do nível regular na manhã de hoje, mas durante a tarde esse número baixou para 2,61 metros. Chove fraco na região e, até as 14h de hoje, foram registrados 7,5 mm de chuva, volume considerado regular. O município permanece em estado de alerta até o dia 30 de março, quando as chuvas devem diminuir no estado.

Em Barra Mansa, na região do Médio Paraíba, os rios Bananal, Barra Mansa e Paraíba do Sul  baixaram de nível. Durante a madrugada o Rio Paraíba do Sul subiu 2 metros acima do nível normal, devido a quantidade de água recebida pelos afluentes.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Carlos Natanael Geremias, disse que a Represa do Funil está trabalhando com o nível do reservatório em 67%. Esse nível é normal e a represa em nenhum momento foi aberta. O transbordamento do Rio Paraíba de madrugada ocorreu por causa do volume de água das chuvas.

O prefeito de Barra Mansa, Jonas Marins, esteve reunido hoje com o secretariado e determinou que a Secretaria de Educação disponibilize colégios, caso haja desalojados e desabrigados na cidade. “A Secretaria de Saúde vai colocar nas ruas equipes de desinfecção munidas de cloro e equipes de limpeza estão trabalhando na desobstrução de ralos e galerias pluviais", disse.