Petrobras começa a produção de petróleo no Campo de Baúna, na Bacia de Santos

A operação teve início no sábado (16), com navio plataforma Cidade de Itajaí, que produz, armazena e transfere petróleo

Comentar
Compartilhar
19 FEV 201323h56

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (19) o início da produção de petróleo no Campo de Baúna, no pós-sal da parte sul da Bacia de Santos, com a entrada em operação, no último sábado (16), do navio plataforma Cidade de Itajaí. De acordo com nota divulgada pela empresa, a plataforma, do tipo FPSO – unidade flutuante que produz, armazena e transfere petróleo – está conectada ao Poço 9-SPS-88, que tem potencial de produção de 12 mil barris por dia.

Mais dez poços serão interligados à plataforma nos próximos meses e a previsão é de que o pico de produção seja atingido em agosto deste ano. A plataforma, pertencente ao consórcio OOG-TK (Odebrecht e Teekay) e afretada à Petrobras. Ela capacidade para processar diariamente até 80 mil barris de petróleo leve e 2 milhões de metros cúbicos de gás.

Segundo a Petrobras, o Cidade de Itajaí é o terceiro sistema de produção a entrar em operação em 2013. As demais unidades são o FPSO Cidade de São Paulo, que começou a produzir no Campo de Sapinhoá, em 5 de janeiro, e o Cidade de São Vicente, em Sapinhoá Norte, no último dia 12. As unidades acrescentaram 200 mil barris por dia à capacidade instalada de produção.