Permanentes: 17 vereadores de Santos estão em comissões

Dos 21 vereadores da Câmara de Santos, 17 participam de pelo menos uma comissão permanente.

Comentar
Compartilhar
14 JAN 201311h15

O vereador Benedito Furtado (PSB) terá, em seu sexto mandato, uma parcela considerável de participação nas comissões permanentes da Câmara de Santos. Além de ser o primeiro vice-presidente da Mesa Diretora, o socialista atuará em três comissões permanentes e presidirá duas delas.

Levantamento feito pelo Diário do Litoral nas 15 comissões permanentes do Legislativo mostra que Furtado é o único a presidir duas delas. Dos 21 vereadores, 17 participam de pelo menos uma.

Três vereadores vão participar de quatro, mas cada um presidirá apenas uma. O ex-presidente da Câmara Manoel Constantino (PMDB) comandará a de Obras, Habitação Social, Serviços Públicos e Transporte e atuará na de Saúde e Higiene (como vice-presidente), Defesa dos Direitos da Mulher (vice) e Ética, Decoro e Corregedoria Parlamentar.

O novato Sandoval Soares (PSDB) se inscreveu e foi eleito para quatro comissões. Presidirá a de Assuntos Portuários e Marítimos e atuará na de Obras, na de Defesa dos Direitos da Cidadania e dos Direitos Humanos (terceiro membro) e na de Defesa dos Direitos do Idoso.

Jorge Vieira da Silva Filho, o Carabina (PR), retorna à Câmara e participa de quatro comissões. Vai comandar a de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescente e ficará na de Saúde e Higiene,  na de Fiscalização (vice-presidente) e na de Assuntos Portuários e Marítimos.

Parlamentares podem também criar Comissões Especiais de Investigação (CEIs) (Foto: Matheus Tagé/DL)

Por outro lado, dois experientes vereadores optaram em ficar somente com uma comissão permanente. José Lascane (PSDB) presidirá a de Finanças e Orçamento, em seu sétimo mandato. E Antônio Carlos Banha Joaquim (PMDB) comandará a de Prevenção, Fiscalização, Combate às Drogas e Segurança Pública, em seu quinto mandato.

Outro membro da Mesa Diretora, Murilo Barletta (PR) ficará com três comissões permanentes, mas não presidirá nenhuma. Ele atuará na de Obras (vice), Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia e na de Esportes, Turismo e Lazer (vice).

Além de Furtado e Barletta, os demais membros da Mesa Diretora – Sadao Nakai (PSDB), presidente; Kenny Mendes (DEM), primeiro secretário, e Roberto Oliveira Teixeira, o Pastor Roberto (PMDB), segundo secretário -- não vão atuar em comissões permanentes.

Vão atuar em três comissões Carlos Teixeira Filho, o Cacá (PSDB); Douglas Gonçalves (DEM), Sérgio Santana (PTB), Adilson Júnior (PT), José Teixeira Filho (PRP) e Evaldo Stanislau (PT). E ficaram com duas comissões Hugo Duppre (PSDB), Igor Martins (PSB) e Marcelo Del Bosco (PPS).