Perigo no cruzamento

Moradores dizem que caminhões que estacionam nos cruzamentos atrapalham a visibilidade, aumentando risco de acidente no trânsito

Comentar
Compartilhar
04 MAR 201322h46

Apesar da placa proibindo o estacionamento de caminhões na Rua Padre Anchieta, a determinação não é respeitada. Segundo moradores, a irregularidade acaba aumentando o risco de acidentes, principalmente no cruzamento com a Avenida Siqueira Campos, no Canal 4. “Às vezes tem caminhão parado ali no canal e quem vem da Rua Padre Anchieta não tem visibilidade para ver o trânsito que passa ali. E aqui o movimento é grande, o que aumenta o risco de acidentes. Um idoso já foi atropelado e um motoboy caiu de moto”, afirmou o portuário Humberto de Jesus Neves, que reside nas imediações.

O aposentado, João Augusto dos Santos, que mora na Avenida Siqueira Campos, também disse que já presenciou vários acidentes no local e lamenta o fato de a colocação de lombadas ser proibida por lei. “Acho que a melhor coisa seria a colocação de lombadas. Isso evitaria acidentes no local porque o trânsito aqui é muito grande”. 

Outro trecho crítico na Avenida Siqueira Campos é no cruzamento com a Rua Clóvis Galvão Moura Lacerda, próximo ao Moinho Pacífico. Esta semana nossa equipe de reportagem flagrou os abusos cometidos no local. Motoristas que descem esta rua sentido canal 4 não conseguem avistar o trânsito que vem da Avenida Mário Covas em direção à Rua Almirante Tamandaré, por causa dos caminhões estacionados na ponte que liga a rua ao Canal.

Em nota, a Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos (CET-Santos), informou que “tem 470 quilômetros de vias de Santos para monitorar o trânsito e fiscalizar as irregularidades e abusos cometidos por motoristas em geral. A Rua Padre Anchieta está entre elas, e mesmo considerando a impossibilidade de se fiscalizar todas as vias ao mesmo tempo, nas 24 horas do dia, a CET fiscaliza o local e autua os veículos estacionados em local proibido, seja nas esquinas, seja nos pontos com sinalização de ‘proibido estacionar’. A CET lembra que a Rua Padre Anchieta e redondezas estão situadas numa região onde existem várias atividades retroportuárias, e em conseqüência, a circulação de grande número de caminhões. As denúncias de irregularidades podem ser feitas pelo 0800.7719194.