Patrimônio centenário, Casa Martim Afonso recebe mutirão de limpeza

Mobilização visa garantir boas condições do espaço para receber visitantes

Comentar
Compartilhar
22 FEV 2021Por Da Reportagem13h30
A Casa Martim Afonso ainda não tem previsão de reabertura ao públicoFoto: Matheus Tagé/Arquivo DL

De uma histórica casa de veraneio para uma sede pública sobre a memória da Cidade. Este é o mote da Casa Martim Afonso, local que recebe, a partir desta semana, um mutirão de limpeza. Os funcionários da Secretaria de Cultura (Secult) arregaçaram as mangas para oferecer as devidas condições de atendimento ao público. Vários serviços estão sendo feitos como limpeza de calhas, roçagem e a própria manutenção da biblioteca.

Situada na Praça 22 de Janeiro, a Casa Martim Afonso ainda não tem previsão de reabertura ao público, e já chegou a ser reformada entre 2018 e 2019, além de ter sido temporariamente fechada no início da pandemia.

O equipamento contempla a Casa do Barão de Paranapiacaba, título de Rafael Tobias de Aguiar Barros, que ergueu o imóvel em 1895. Nela, há o Centro de Documentação e Memória de São Vicente (Cedom-SV) e uma sala para mostras. O local conta ainda com o Sítio Arqueológico Bacharel, que tem como atrativo uma parede datada do século 16, além de diversos artefatos.