Passarela do Samba Dráuzio da Cruz, em Santos, começa ganhar forma

Grande novidade deste ano, as arquibancadas já começaram a ser instaladas. Das quatro previstas, apenas uma ainda não começou a ser montada

Comentar
Compartilhar
12 FEV 2019Por Da Reportagem00h30
Montagem da Passarela do Samba Dráuzio da Cruz prossegue em ritmo aceleradoFoto: Divulgação/PMS

A montagem da Passarela do Samba Dráuzio da Cruz prossegue em ritmo acelerado, com a Avenida Afonso Schmidt (Areia Branca), evidenciando os primeiros sinais de que falta pouco para maior festa popular brasileira começar. Grande novidade deste ano, as arquibancadas já começaram a ser instaladas. Das quatro previstas, apenas uma ainda não começou a ser montada. As primeiras frisas também estão posicionadas na primeira metade da pista de 400 metros de extensão.

Os profissionais da empresa responsável pela estrutura, Bauhaus, vencedora da licitação, vão concluir nesta semana a colocação das tapadeiras metálicas (fechamento na parte traseira da arquibancada), a instalação do piso das cabines dos jurados e a montagem do pórtico do recuo da bateira.

Ainda estão previstas a instalação da rede elétrica, as construções dos pórticos de entrada e saída da passarela, a montagem do espaço para serviços de apoio (Defesa Civil, Guarda Municipal e atendimento médico), além da preparação do terreno localizado na esquina da Avenida Nossa Senhora de Fátima com a Avenida Afonso Schmidt para receber os carros alegóricos. Os trabalhos são supervisionados por técnicos da Prefeitura.

Venda de ingressos tem novos horários

A venda de ingressos para os dois dias de desfile continua na bilheteria do Teatro Municipal Braz Cubas (Avenida Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias), das 9h às 12h e das 14h às 18h. Desde a semana passada, não restam mais ingressos de arquibancadas para o segundo dia de desfiles, sábado (23), quando as escolas do grupo especial entram na passarela.

Para o desfile do dia 23 restam apenas ingressos para as frisas, que custam R$ 40,00 (inteira). Mas quem doar um quilo de alimento não perecível, exceto sal e açúcar, paga o valor da meia-entrada: R$ 20,00.

Já para o desfile do dia 22, quando se apresentam as escolas do acesso e grupo 1, há ingressos disponíveis para todos os setores, inclusive arquibancada, que é vendida por R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Os mantimentos arrecadados serão encaminhados ao Fundo Social de Solidariedade.

O pagamento só pode ser feito em dinheiro e o limite de convites é de quatro por pessoa. Quem levar menores de dois anos de idade para o desfile deve retirar o ingresso da criança, gratuito, no ato da compra do convite do responsável legal.

Ordem dos desfiles

A primeira noite de desfile, dia 22, será aberta com as escolas do Grupo 1 na seguinte ordem: Dragões do Castelo, Unidos da Baixada, Imperatriz Alvinegra, Bandeirantes do Saboó e Império da Vila. No mesmo dia vão desfilar as agremiações do Grupo de Acesso. Confira a sequência: Unidos da Zona Noroeste, Padre Paulo, Brasil e Mãos Entrelaçadas.

Na noite do dia 23, entra na avenida a elite do samba santista, com apresentação das oito escolas do Grupo Especial. Pela ordem do sorteio, apresentam-se Mocidade Dependente do Samba, Vila Mathias, Amazonense, União Imperial (atual campeã), X-9, Unidos dos Morros, Sangue Jovem e Real Mocidade Santista.

Este é o quarto ano em que os desfiles das escolas ocorrem uma semana antes do Carnaval, atendendo à solicitação da Liga Independente Cultural das Escolas de Samba de Santos (Licess).

Colunas

Contraponto