Parente diz que arquiteto teve crise nervosa antes de cair de navio

Luciano de Lucca foi enterrado nesta quarta-feira no cemitério do Araçá, zona oeste de São Paulo.

Comentar
Compartilhar
14 FEV 201315h11

Durante o enterro de Luciano de Lucca, 30, nesta quarta-feira (13), um parente dele disse que o arquiteto teve "uma crise nervosa" pouco antes de cair do 11º andar do cruzeiro MSC Fantasia, no sábado (16), em Santos. O corpo de Luciano foi encontrado na terça-feira (12) no mar, entre os armazéns 33 e 34 do porto.

Segundo o parente, Luciano fazia tratamento com remédios, mas não soube especificar quais. Ele conta que os três companheiros de cabine do arquiteto foram pedir socorro, no momento da crise e que foi neste meio tempo que ele caiu. Um tripulante do cruzeiro viu a queda de Luciano e em seguida, foram lançados uma boia e um bote para o tentar resgate, mas não tiveram êxito.

Em cerimônia reservada, o corpo de Luciano de Lucca foi enterrado no cemitério do Araçá (zona oeste de São Paulo). Outros parentes preferem não falar antes do fim das investigações. A Polícia Federal em Santos, divulgou nota informando que foi instaurado "procedimento formal investigatório" e que "as diligências policiais terão seguimento com o retorno do navio".

O MSC Fantasia  volta ao porto de Santos no próximo sábado (16), após passar por Búzios (RJ), Salvador (BA) e Ilha Grande (RJ).

Luciano de Lucca caiu do navio MSC Fantasia, atracado no porto de Santos, no último sábado (9) (Foto: Reprodução)