Papa Francisco defende castidade na luta contra Aids na África

A fala vai contra a ação de profissionais de saúde que têm defendido o uso da camisinha como uma importante arma na luta contra a Aids no continente

Comentar
Compartilhar
07 ABR 201417h38

O papa Francisco elogiou os membros da Igreja "que se esforçam para educar as pessoas sobre responsabilidade sexual e castidade", como forma de prevenir a epidemia do vírus HIV na África.

O pontífice discursou para bispos da Tanzânia, presentes no Vaticano, nesta segunda-feira.

A fala vai contra a ação de profissionais de saúde que têm defendido o uso da camisinha como uma importante arma na luta contra a Aids no continente.

Papa Francisco discursou para bispos da Tanzânia (Foto: Associated Press)