Papa acompanha de perto reforma financeira do Vaticano

O porta-voz do Vaticano esclareceu que a intenção é "meramente facilitar a comunicação" entre o papa e as comissões antes que os próximos passos sejam dados

Comentar
Compartilhar
28 NOV 201315h47

O papa Francisco tem buscado envolver-se ao máximo na reforma do banco do Vaticano e na administração das finanças da Santa Sé e incumbiu seu secretário pessoal, o monsenhor Alfred Xuereb, de acompanhar o trabalho de duas comissões de inquérito criadas este ano para tratar desses dois assuntos. Essas informações foram fornecidas hoje pelo padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano.

Xuereb foi nomeado delegado papal das duas comissões. Desta maneira, ele terá a obrigação de "acompanhar as comissões e manter o papa informado (...) sobre o andamento dos trabalhos e possíveis iniciativas" futuras.

Lombardi esclareceu que a intenção é "meramente facilitar a comunicação" entre o papa e as comissões antes que os próximos passos sejam dados. 

O papa Francisco tem buscado envolver-se ao máximo na reforma do banco do Vaticano e na administração das finanças da Santa Sé (Foto: Andreas Solaro)