Pane em embarcação gera espera de 20 minutos para travessia

Uma das embarcações que opera na travessia de pedestres Vicente de Carvalho-Praça da República (Santos) quebrou, na manhã de ontem, e provocou atrasos de até vinte minutos nos embarques para Santos

Comentar
Compartilhar
21 MAR 201113h49

O diretor de Operações da Dersa, João Poiani, esclareceu que a embarcação Adhemar de Barros, com capacidade para 579 passageiros, sofreu uma pane no motor e precisou ser rebocada. Mas, logo a barca foi substituída pela Pae Cará, que estava em manutenção preventiva, e o transporte de passageiros foi normalizado no início da tarde. A embarcação Pae Cará tem capacidade para 728 passageiros. Segundo Poiani, a Adhemar de Barros poderia voltar a operar ainda no final da tarde de ontem.

Balsas

Problema também na travessia de balsas. Na madrugada de segunda-feira, as balsas FB 05 e FB 17 sofreram panes e foram recolhidas para reparos. Na manhã de ontem, a travessia operou com quatro a cinco embarcações, dependendo da demanda.

A FB 17 voltou a operar ainda na manhã de ontem, segundo Poiani. De acordo com Poiani, o pico de espera na fila da balsa do lado de Guarujá foi de 55 minutos, mas permaneceu na maior parte da manhã, em 35 minutos. Do lado de Santos, não foi registrada fila de espera.