SABESP AGOSTO DESK TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Pancadões geram problemas aos moradores de Itanhaém

Som alto, consumo de drogas e de bebidas alcoólicas tiram o sossego de munícipes, aos finais de semana, na Praia dos Sonhos

Comentar
Compartilhar
02 AGO 2020Por Nayara Martins07h31
O Morro do Paranambuco é um dos locais escolhidos para os chamados.Foto: NAIR BUENO/DIÁRIO DO LITORAL

Os chamados "pancadões" estão tirando o sossego dos moradores que moram próximo ao Morro do Paranambuco, na Praia dos Sonhos, em Itanhaém. Esse problema, que já ocorre há cerca de dois anos, especialmente nos finais de semana à noite,reúne dezenas de jovens no local, com som alto, consumo de drogas e bebidas alcoólicas, desrespeitando a lei de perturbação do sossego nas proximidades do bairro.

Um dos moradores,que preferiu não se identificar e reside na rua dos Fundadores, localizada próxima à subida do Morro do Paranambuco, na Praia dos Sonhos, afirma que os "pancadões" ocorrem há cerca de dois anos,geralmente aos finais de semana e na alta temporada de verão.

Segundo o morador, muitas pessoas sobem de carro, de moto e a pé.Eles ligam o som alto e costuma começar por volta das 22 horas e vai até às 5 horas da manhã. E ainda não usam as máscaras de proteção.

Em meio a esse período de pandemia da Covid-19, esse tipo de aglomeração pode ser considerada uma falta de respeito, já que a maioria das pessoas está cumprindo o isolamento social nas suas casas.

Outro vizinho que também está bastante preocupado com a situação é o vendedor autônomo Vlademir Mário, de 60 anos. Ele mora com a sua mãe já idosa, há cerca de 18 anos, na mesma rua.

"Esse problema já havia melhorado, mas voltou há cerca de 15 dias,o que tem gerado uma insegurança constante para os vizinhos. Eles praticam diversos atos de vandalismo, como pichações nos muros, além de deixar muita sujeira bem próximo das nossas casas", desabafa o morador.

Para ele, é necessário que haja uma ação efetiva e permanente por parte da Guarda Municipal e da Polícia Militar, com o objetivo de coibir essas aglomerações no local.

O autônomo lembra ainda que já foi colocada uma cancela para evitar a entrada na subida do Morro, há algum tempo atrás, mas acabou sendo retirada pelos vândalos.

FISCALIZAÇÃO

A Prefeitura de Itanhaém informa que a Guarda Civil Municipal (GCM), em parceria com os agentes de trânsito, tem realizado ações para coibir os "pancadões", no Morro Paranambuco, de forma permanente, aos finais de semana, no horário das 20 às 7 horas, sendo permitida apenas a entrada de carros operacionais.

Além disso, segundo a Administração, os profissionais montaram um esquema especial de rondas no local, durante o dia. Diz ainda, que, nos bairros do Jardim Oásis e Tropical, onde também ocorrem os "pancadões", as operações acontecem desde março, com a participação das polícias Civil e Militar.

Caso algum morador da cidade volte a ter problemas com o som alto ou a perturbação do sossego, pode acionar a Polícia Militar ou a Guarda Civil Municipal, por meio dos telefones 190(PM) ou 153(GCM).

MIRANTE

O Morro do Paranambuco, considerado um cartão postal de Itanhaém, é um dos pontos turísticos mais visitados pelos turistas. Ao chegar na parte de cima do Morro,o local é um mirante, onde é possível avistaras inúmeras belezas naturais da cidade, como a Passarela e a Cama de Anchieta, a Praia dos Sonhos, a Ilha das Cabras e, ainda, o Pocinho de Anchieta e a praia do Cibratel.