Pais de alunos são alertados sobre faltas via torpedo em Santos

s crianças que acumulam cinco faltas consecutivas ou 10 flutuantes, sem justificativa, são o alvo desta ação.

Comentar
Compartilhar
24 JAN 201322h02

'Seu filho está com excesso de faltas. É sua responsabilidade zelar por sua frequência (ECA art. 54). Procure a escola.' Esta é a mensagem, via torpedo, que os pais recebem nos celulares para serem informados sobre a ausência do filho às aulas. As crianças que acumulam cinco faltas consecutivas ou 10 flutuantes, sem justificativa, são o alvo desta ação.

A Seduc envia torpedos nos celulares cadastrados no ato da matrícula. A equipe da escola procura também a família, investiga a causa das ausências e, se for o caso, procura o Conselho Tutelar, que vai fazer uma avaliação detalhada sobre a vida familiar da criança.

"Desde que os torpedos começaram a ser enviados, percebemos uma facilidade de comunicação entre família e escola”, afirma a representante da Seduc no CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente), Lilian Rose de Barros. Em quatro meses de trabalho, foram enviados 131 torpedos, sendo 73 mensagens já no primeiro mês.

A Seduc envia torpedos nos celulares cadastrados no ato da matrícula (Foto: Divulgação)