Pai de Reeva diz que Pistorius terá que viver com sua consciência

Segundo ele, Pistorius vai "sofrer" sozinho se sua afirmação de que ele atirou acidentalmente em Reeva Steenkamp for falsa

Comentar
Compartilhar
23 FEV 201310h48

O pai da namorada de Oscar Pistorius, Barry Steenkamp, disse a um jornal da África do Sul que o atleta paralímpico terá que "viver com sua consciência" se ele estiver mentindo sobre tê-la matado. Segundo ele, Pistorius vai "sofrer" sozinho se sua afirmação de que ele atirou acidentalmente em Reeva Steenkamp, de 29 anos, for falsa.

O pai de Reeva afirmou que poderá um dia perdoar Pistorius se tiver certeza de que ele está dizendo a verdade.

Depois de três audiências e três adiamentos do julgamento de sua fiança, Pistorius ganhou na sexta-feira, em nova audiência, o direito de responder em liberdade às acusações de assassinato premeditado de sua namorada, na madrugada do último dia 14, na casa dele em Pretória, na África do Sul.

O juiz do caso, Desmond Nair, aceitou o pedido de pagamento de fiança feito pela defesa do atleta, após se convencer de que não existe risco de o réu fugir do país enquanto estiver sendo processado. As informações são da Associated Press.

Pistorius é acusado pelo assassinato de sua namorada na noite do último dia 14 (Foto: Divulgação)