Pagamento do 13º é a esperança dos comerciantes

Lojistas não estão contentes com as vendas para essa época do ano e esperam maior movimento a partir desta sexta-feira (21).

Comentar
Compartilhar
21 DEZ 201214h45

Os lojistas da principal via de comércio da Praia Grande, a Avenida Presidente Costa e Silva, no Boqueirão, apostam no pagamento da segunda parcela do 13º salário para o aumento no movimento de consumidores e, consequentemente, das vendas de final de ano. Até agora, eles afirmam que a procura por presentes de Natal não foi significativa, alguns comerciantes dizem até que diminuiu em relação ao ano passado.

A avenida, que conta com galerias de lojas e outros estabelecimentos de grandes redes, como Casas Bahia, Ponto Frio, Kallan, Pernambucanas, entre outros, estava, na manhã de ontem, com um movimento de consumidores atípico para essa época: calçadas facilmente transitáveis e poucas vitrines sendo admiradas.

Movimento em Avenida de Praia Grande com poucos consumidores. (Foto: Luiz Torres/ DL)

Para Carla de Oliveira, funcionária de uma loja de roupas e bijuterias no local, as vendas devem começar a aumentar a partir de hoje. O movimento grande de consumidores procurando por presentes deve durar até segunda-feira, dia 24, véspera de Natal.

Entre os presentes mais procurados, segundo Carla, estão peças de roupas com preços entre R$ 25,00  e R$ 50,00. “Quase todo mundo procura não gastar muito, por isso roupas mais baratas têm saído bastante. É uma lembrança, para a data não passar em branco”.

No ramo dos calçados, a situação é semelhante.  Apesar do preço um pouco mais salgado do que as roupas, os pares mais baratos têm sido a opção dos consumidores para este Natal. É o que conta o gerente de uma loja que trabalha com esse segmento, na via em Praia Grande, Nilson dos Santos.

Para ele, a procura maior também será a partir de hoje, com o 13º caindo na conta dos consumidores. “Até agora, as vendas estão sendo piores do que ano passado”, ressalta.

Gerente de perfumaria, Nara Santos divide da mesma opinião. Cosméticos têm sido uma boa opção de presente e ela dá a dica: “com R$ 50,00, dá para levar um presente muito legal”.