SEDUC

Otan e ministro da Rússia fazem reunião informal para discutir Ucrânia

Antes do encontro, o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou que era importante manter contato político com a Rússia em um período difícil

Comentar
Compartilhar
07 FEV 201514h44

O líder da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) se encontrou neste sábado com o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, no que foi o primeiro contato diplomático de alto escalão entre Moscou e a aliança ocidental em meses. A reunião ocorreu nos bastidores da Conferência de Segurança em Munique.

Antes do encontro, o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, afirmou que era importante manter contato político com a Rússia em um período difícil. O líder também disse que planejava reiterar a preocupação da aliança com o auxílio da Rússia aos separatistas na Ucrânia e o apoio da Otan à soberania e ao território do governo internacionalmente reconhecido.

Em discurso, o ministro russo criticou a aliança por não cooperar com a Rússia. Lavrov afirmou que Moscou estava aberta a esforços para restaurar a interação entre o país e a entidade. "Tivemos um bom desenvolvimento de mecanismos bilaterais entre a Rússia e a Otan", disse. "Todos esses projetos foram postos sob o gelo... Poderíamos concordar em formas de evitar encontros militares perigosos". Em entrevista a jornalistas, Stoltenberg disse que irá manter os canais abertos, inclusive para contatos militares, "e garantir que estejam funcionando e sejam efetivos"

Questionado sobre a possibilidade de envio de armamentos à Ucrânia, Stoltenberg reconheceu que a aliança está realizando tal debate. "Irei me limitar a dizer que é importante ter uma discussão contínua sobre como podemos ajudar a Ucrânia e toda nação tem o direito de se proteger", afirmou. "Há uma discussão em andamento sobre como podemos fazer mais".