Operação visa coibir ações ilícitas no litoral de São Paulo

Ao todo, sete embarcações de vários órgãos estão empenhadas na Operação, além da aeronave da Polícia Militar, que também sobrevoa a região

Comentar
Compartilhar
23 OUT 2019Por Da Reportagem17h02
A operação será mantida no canal do Porto de Santos e em toda a orla paulistaFoto: Divulgação/Marinha

A Operação Santos II, iniciada na manhã desta quarta-feira (23), e coordenada pelo Grupamento de Patrulha Naval do Sul-Sudeste, está sendo realizada para coibir ações ilícitas de embarcações no Porto de Santos e no litoral de São Paulo. Agentes fiscalizam embarcações, como navios e barcos de pesca. Ao todo, sete embarcações de vários órgãos estão empenhadas na Operação, além da aeronave da Polícia Militar, que também sobrevoa a região com o objetivo de auxiliar os agentes no mar.

A ação conta ainda com equipes da Polícia Ambiental, Fundação Florestal, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Receita Federal, Guarda Portuária, Capitania dos Portos e Comando de Aviação da Polícia Militar.

O objetivo é unir todos os órgãos em prol da segurança da navegação, do combate de ações ilícitas, poluição hídrica, tráfico de drogas, pesca ilegal, entre outras ações ilegais que ocorrem na costa paulista.

A operação será mantida no canal do Porto de Santos e em toda a orla paulista, incluindo as áreas de fundeio, a Laje de Santos e a região de São Sebastião, por diversos dias.