Operação Verão trará quase 300 policiais a mais para Santos

Além de viaturas, os policiais da Operação Verão vão trabalhar de motocicletas, bicicletas e também a pé

Comentar
Compartilhar
18 NOV 2019Por Da Reportagem16h22
O 6º Batalhão de Policia Militar do Interior (6º BPMI) seguirá no policiamento das demais regiõesFoto: Divulgação/PMS

A Operação Verão 2019-2020 inicia em 23 de dezembro em Santos e segue até 25 de fevereiro. Neste período, a segurança na Cidade contará com o reforço de 281 policiais militares e civis, que estarão concentrados na orla da praia e nos pontos turísticos. O 6º Batalhão de Policia Militar do Interior (6º BPMI) seguirá no policiamento das demais regiões.

A esse reforço se somarão ainda partes do efetivo da Guarda Civil Municipal (GCM), alguns policiais da atividade delegada e do efetivo regular da Polícia Militar (PM), que seguirão com o seu trabalho em toda a Cidade, embora com equipes também para cobrir a orla, como já fazem em rotina.

Além de viaturas, os policiais da Operação Verão vão trabalhar de motocicletas, bicicletas e também a pé, para dar todo o suporte necessário no menor tempo-resposta possível. Guardas civis municipais também usarão motocicletas e quadriciclos, além das viaturas.

Estima-se que, para a orla da Praia, estarão destacados cerca de 450 homens, que serão divididos em turnos. Este número pode ser ampliado, se houver necessidade, com o aumento de contratação de policiais via atividade delegada. Uma base 24 horas da PM e da GCM funcionará em frente à Basílica Santo Antônio do Embaré, no canal 4.

Estrutura

O reforço na quantidade de oficiais pela Operação Verão se deve a um convênio entre a Prefeitura de Santos e o Estado. Caberá à Prefeitura o oferecimento de infraestrutura, alimentação e hospedagem aos 281 profissionais.

As adequações no alojamento estão em fase de finalização, com investimento de R$ 120 mil pela Administração Municipal. O imóvel fica no mesmo terreno da 5ª Cia da Polícia Militar, no Marapé, e poderá ser utilizado na Operação Verão e também em outras épocas do ano em que for necessária a ampliação do efetivo da PM, como em feriados prolongados.

É a primeira vez que a Cidade terá um espaço próprio para o alojamento de policiais e que estará permanentemente à disposição da corporação, o que representa uma economia de aproximadamente R$ 1 milhão/mês com alojamento aos cofres públicos municipais.

Eventos

A Prefeitura de Santos adquiriu dois drones para ampliar o patrulhamento da GCM durante grandes eventos, como o revéillon e o show de aniversário da Cidade, na Praia do Gonzaga, como também em ações de patrulhamento. Eles já serão utilizados durante esta temporada e estarão à disposição da PM, caso sejam solicitados.

Na última temporada de verão, Santos recebeu mais de dois milhões de turistas, com ocupação hoteleira de 62%, um incremento de 19,2% em relação ao ano anterior. No Revéillon, mais de um milhão de pessoas acompanharam a queima de fogos na orla santista.

"O período escolhido para a Operação Verão é o que costumamos receber um volume maior de turistas. Mas mesmo com mais veículos e dinheiro circulando na Cidade, Santos tem se mantido com níveis baixos de criminalidade", destaca o secretário municipal de Segurança, Sérgio Del Bel.