ONU debate hoje proposta russa de pausas humanitárias no Iêmen

Porta-voz da missão russa na ONU, Aleksey Zaytsev informou que as consultas, com portas fechadas e de caráter informal, seriam sobre "possíveis pausas humanitárias nos ataques aéreos"

Comentar
Compartilhar
04 ABR 201512h35

O Conselho de Segurança da Organizações Unidas (ONU) reúne-se hoje (4) à tarde para debater uma proposta do governo da Rússia sobre pausas humanitárias na operação militar aérea da Arábia Saudita no Iêmen.

De acordo com diplomatas russos, o pedido da reunião foi motivado pela preocupação da Rússia com o crescente número de vítimas civis do conflito no Iémen.

Porta-voz da missão russa na ONU, Aleksey Zaytsev informou que as consultas, com portas fechadas e de caráter informal, seriam sobre "possíveis pausas humanitárias nos ataques aéreos".

Segundo Zaytsev, é preocupante o aumento da violência no Iémen, onde uma coligação liderada pela Arábia Saudita realiza ataques aéreos contra os rebeldes xiitas 'huthis', que, em setembro, tomaram várias regiões do país e forçaram o presidente Abd Rabbo Mansour Hadi a fugir para território saudita.

ONU debate hoje proposta russa de pausas humanitárias no Iêmen (Foto: AP)

A ONU considera Mansour Hadi o presidente legítimo do Iémen.

Os 'huthis" conquistaram a capital Sana em fevereiro e, no mês passado, avançaram para a cidade portuária de Aden, refúgio de Hadi.

Na quinta-feira (1º), a chefe para ajuda humanitária da ONU, Valerie Amos, afirmou estar "extremamente preocupada" com a morte de civis no Iêmen, depois de várias fontes terem indicado que 519 pessoas morreram e quase 1,7 mil ficaram feridas em duas semanas de confrontos.