Óleo que vazou de navio no Porto de Santos era de 'tanque de despejo fecal'

Todas as operações no navio foram suspensas até que a situação seja contida e normalizada para avaliação dos danos no mar

Comentar
Compartilhar
07 FEV 2018Por Da Reportagem15h23
Cerca de 50 litros de óleo vazaram do navio cargueiro Marcos DiasCerca de 50 litros de óleo vazaram do navio cargueiro Marcos DiasFoto: Divulgação/Ibama

Na noite de ontem (6), cerca de 50 litros de óleo vazaram do navio cargueiro Marcos Dias, de bandeira brasileira e atracado no cais dos armazéns 21 e 22, do Porto de Santos. A substância era proviniente de um tanque de despejo fecal da embarcação. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a empresa será multada pelo ocorrido.

Por ordem da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), do Ibama e da Codesp, todas as operações no navio foram suspensas até que a situação seja contida e normalizada para avaliação dos danos no mar.

A Companhia Docas do Estado de São Paulo foi acionada e executou um plano de emergência ambiental para tentar conter os danos. Foram lançadas barreiras de contenção e de absorção no entorno da embarcação, que descarregava carga de sal.

Em nota, a Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP), informa que tomou conhecimento sobre o derramamento de de óleo ao lado do navio graneleiro “Marcos Dias”, de bandeira brasileira , atracado no cais do armazém 22 do Porto de Santos.

Ainda segundo informado, Uma equipe de peritos da Capitania foi enviada para o local para apurar o ocorrido. No local, barreiras de contenção estavam instaladas. Foram coletadas amostras do óleo para confirmar sua origem. O navio e a empresa responsável foram notificados para esclarecimentos.