X
Cotidiano

Oficina de grafite promove contato de pessoas em situação de rua com a arte

O objetivo da ação foi tornar a atividade artística acessível a todos e promover um ambiente de transformação social

A oficina foi conduzida pelo artista Carlos Roberto da Silva, conhecido como Catts / Divulgação/PMS

Com o rolo de tinta em mãos e um sorriso estampado no rosto, Michael estava animado e focado na pintura, prestando atenção em cada detalhe do desenho. Ele é um dos atendidos pelo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua, Centro Pop (Rua Conselheiro Saraiva, 13, Vila Nova), que nesta quarta-feira (11) participou de uma oficina de grafite, junto com outros cinco atendidos pelo serviço. O desenho que apresentava um caranguejo-eremita, um joão-de-barro e uma pessoa segurando uma casa em suas mãos, foi trabalhado em toda a fachada do equipamento. O objetivo da ação foi tornar a atividade artística acessível a todos e promover um ambiente de transformação social.

A oficina foi conduzida pelo artista Carlos Roberto da Silva, conhecido como Catts, professor de grafite que trabalha com essa arte há cinco anos. "O desenho representa a importância do lar e de se sentir acolhido. Achei importante a participação de pessoas atendidas pelo Centro Pop; eles realmente se envolveram no trabalho, foi gratificante. Acredito que o contato com a arte ajuda as pessoas a se sentirem mais humanas, acolhidas e felizes", afirmou Catts.

Esse trabalho artístico já vem sendo desenvolvido em escolas e diferentes espaços públicos da Cidade. "Iniciativas como essa devem ser cada vez mais frequentes, pois o acesso à cultura é um direito de todos e a promoção dessa experiência para população em situação de rua tem um potencial realmente transformador", afirmou o Secretário de Desenvolvimento Social, Flávio Ramirez Jordão.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ELEIÇÕES 2022

Janones critica 'arrogância' de discurso da esquerda no Twitter

'Arrogância de setores da elite intelectual não lhes permite compreender que João Gomes forma mais opinião que Chico e Caetano', escreveu

Meio Ambiente

Desmatamento na Amazônia caminha para se tornar incontrolável, dizem especialistas

Com os níveis atuais de desmatamento registrados -com diversos meses com destruição amazônica acima dos 1.000 km²-, os compromissos climáticos internacionais do Brasil podem ficar em xeque, especialmente a redução da emissão de gases-estufa

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software