Ocupação em hotéis cai cerca de 3,5% na Região

A ocupação em dezembro de 2008 foi de 76,5%, contra 80% registrada em dezembro de 2007

Comentar
Compartilhar
02 FEV 201317h49

O setor hoteleiro fechou o mês de dezembro com 76,5% de ocupação nos hotéis e pousadas da Baixada Santista e Vale do Ribeira. A expectativa era de 81% de ocupação em dezembro de 2008, porém a procura dos hóspedes ficou 3,5% abaixo do movimento de dezembro de 2007, quando o setor registrou ocupação de 80%.

Segundo o presidente do Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista e Vale do Ribeira, José Lopez Rodriguez, apesar da queda na procura “o movimento foi bom”. E entre todas as cidades, a que registrou maior movimento de turistas hospedados em hotéis foi Guarujá, conforme apontou.

A rede hoteleira estima uma ocupação de 81% também neste mês de janeiro, período de férias escolares. Nesta primeira quinzena, Rodriguez observa que o movimento continua bom tanto nos hotéis quanto nos restaurantes e bares da Região, embora o balanço de diárias vendidas nesta primeira quinzena do mês ainda não esteja fechado. 

Rodriguez atribui a queda no movimento de hóspedes nesta temporada ao aumento da procura por cruzeiros marítimos. “No Réveillon, a procura pelos cruzeiros aumentou bastante e os pacotes também são mais baratos em relação aos nossos pacotes”.

De acordo com Rodriguez, o pacote de cinco dias para o Réveillon variava de R$ 2.000 a R$ 10.000, porém apenas dois hotéis de luxo ofereceram desconto de 50% no valor do pacote de R$ 4.500 para atrair hóspedes. “Os demais hotéis da Região mantiveram os mesmos preços. Alguns incluíram no pacote almoço e janta. Geralmente o pacote oferece ou só o almoço ou a janta”.

Já nos períodos de dezembro e janeiro fora das festas de Natal e Ano Novo, a diária nos hotéis da Região varia de R$ 150 a R$ 600. Mas, Rodriguez adianta que está otimista para o Carnaval. “Esperamos ocupação de 100% durante o Carnaval”.