X
Cotidiano

Obstáculos em vias vão gerar multas de R$ 500 em Santos

Projeto do vereador Sérgio Santana (PR) foi aprovado com a colocação de um novo dispositivo à lei. Ele segue para avaliação das comissões

Projeto de Sérgio Santana (PR) visa inibir a prática das pessoas de reservar vagas de estacionamentos / Rodrigo Montaldi/DL

A colocação de qualquer tipo de obstáculo nas vias públicas de Santos poderá gerar ao infrator a apreensão do material e ainda uma multa no valor de R$ 500,00, podendo ser cobrada em dobro em caso de reincidência.

O projeto de lei, aprovado ontem na Câmara, é do vereador Sérgio Santana (PR) e visa, num primeiro momento, inibir a prática das pessoas de reservar vagas de estacionamentos com cones, cavaletes, cadeiras, caixas de madeira e outros.

Segundo o autor, é comum a demarcação irregular de espaços para que o próprio proprietário do estabelecimento comercial ou seus clientes possam estacionar seus veículos, transformando a área pública em privada.

Vetada

A iniciativa foi vetada ano passado pela Diretoria Jurídica da Casa e pela Comissão de Justiça e Redação, por acreditar que ela é atribuição privativa da Companhia de Engenharia de Tráfego de Santos – CET-Santos, do prefeito e já foi contemplado no Código de Trânsito Brasileiro e na Lei Complementar 299/98.

Sem impedimento

No entanto, a Comissão de Finanças e Orçamento não viu impedimento de tramitação do projeto, desde que colocado como novo dispositivo à lei 3.531/68, que define o seguinte: “a colocação de qualquer tipo de obstáculo nas vias públicas somente será permitida mediante prévia autorização da Prefeitura, salvo em casos fortuitos ou de força maior”. Também foi acrescentada a multa. Agora, o projeto vai para avaliação das respectivas comissões especiais de vereadores.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Polícia

Polícia prende dois homens suspeitos de tráfico de drogas em São Vicente

Os agentes estavam em um patrulhamento preventivo pela Rua Antônio Luís Barreiros, no bairro Japuí, quando encontraram dois homens na trilha do surfista

Política

Bolsonaro blinda orçamento secreto e sanciona fundo eleitoral de R$ 4,96 bilhões

O governo ainda manteve intocadas as chamadas emendas de relator, instrumento usado por congressistas aliados para irrigar seus redutos eleitorais com verba federal

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software