Obras na Avenida Manoel Alves de Moraes estão em fase de finalização

As obras foram concentradas no trecho entre a Avenida Guadajara e Rua Salin Farah Maluf.

Comentar
Compartilhar
02 SET 201416h45

As obras de recuperação e revitalização da Avenida Manoel Alves de Moraes, na Cidade Atlântica, na região da Enseada, entraram em sua fase final na última semana, quando a Prefeitura de Guarujá iniciou a implantação da segunda camada de cinco centímetros de asfalto desta via. As obras foram concentradas no trecho entre a Avenida Guadajara e Rua Salin Farah Maluf. Porém a nova camada de asfalto será implantada em toda a extensão da Avenida Manoel Alves de Moraes, da Rua Orlando Falcão até a Avenida Atlântica.

O reforço no piso asfáltico foi uma determinação da prefeita Maria Antonieta de Brito, dada a importância desta Avenida para a Cidade, uma vez que um maior reforço de base permite o tráfego de veículos e ônibus urbanos sem danos ao piso. Para isso foi implantado no local uma primeira camada de asfalto binder, de estrutura mais rígida e que assegura maior durabilidade e qualidade ao pavimento, que agora está recebendo cinco centímetros de asfalto liso, que equivale ao acabamento da obra.

Vale lembrar que após as obras de revitalização da Avenida Manoel Alves de Moraes, na Enseada, a via foi convertida em importante alternativa ao trânsito da Avenida Dom Pedro I e por consequência, liga diretamente a comunidade da Vila Baiana à Cidade Atlântica, onde a Prefeitura de Guarujá implantou a UPA 24 horas Paulo Flávio Affonso Piasenti.

Os serviços de asfaltamento melhoraram o tráfego dos moradores da Enseada, “liberando o trânsito, evitando acidentes e o acúmulo de carros, motos e caminhões na Dom Pedro I”, como comenta o comerciante e aposentado, Antônio Lopes de Souza, de 58 anos. Souza conta que antes nem todos utilizavam a Manoel Alves de Moraes “por ser um local com lama. Agora, com a Avenida asfaltada, o fluxo interno dos bairros Vila Baiana e Cidade Atlântica aumentaram”, concluiu.

Também beneficiado, o comerciante, Giovânio Pereira Rodrigues, de 27 anos, falou confiante sobre o retorno que o trabalho da Prefeitura esta trazendo. Ele enfatiza que o fluxo de pessoas que a obra trouxe para dentro do bairro melhorou a procura no seu estabelecimento, conforme a obra foi finalizando. “Deu outra cara para essa região, ficou até mais segura”, afirma Rodrigues.