Obras na Avenida Manoel Alves de Moraes estão em fase de finalização

A nova camada de asfalto será implantada em toda a extensão da Avenida Manoel Alves de Moraes, da Rua Orlando Falcão até a Avenida Atlântica

Comentar
Compartilhar
02 SET 201416h31

As obras de recuperação e revitalização da Avenida Manoel Alves de Moraes, na Cidade Atlântica, na região da Enseada, entraram em sua fase final na última semana, quando a Prefeitura de Guarujá iniciou a implantação da segunda camada de cinco centímetros de asfalto desta via. As obras foram concentradas no trecho entre a Avenida Guadajara e Rua Salin Farah Maluf. Porém a nova camada de asfalto será implantada em toda a extensão da Avenida Manoel Alves de Moraes, da Rua Orlando Falcão até a Avenida Atlântica.

O reforço no piso asfáltico foi uma determinação da prefeita Maria Antonieta de Brito, dada a importância desta Avenida para a Cidade, uma vez que um maior reforço de base permite o tráfego de veículos e ônibus urbanos sem danos ao piso. Para isso foi implantado no local uma primeira camada de asfalto binder, de estrutura mais rígida e que assegura maior durabilidade e qualidade ao pavimento, que agora está recebendo cinco centímetros de asfalto liso, que equivale ao acabamento da obra.

(Foto: Roberto Sander Jr./PMG)

Vale lembrar que após as obras de revitalização da Avenida Manoel Alves de Moraes, na Enseada, a via foi convertida em importante alternativa ao trânsito da Avenida Dom Pedro I e por consequência, liga diretamente a comunidade da Vila Baiana à Cidade Atlântica, onde a Prefeitura de Guarujá implantou a UPA 24 horas Paulo Flávio Affonso Piasenti.

Os serviços de asfaltamento melhoraram o tráfego dos moradores da Enseada, “liberando o trânsito, evitando acidentes e o acúmulo de carros, motos e caminhões na Dom Pedro I”, como comenta o comerciante e aposentado, Antônio Lopes de Souza, de 58 anos. Souza conta que antes nem todos utilizavam a Manoel Alves de Moraes “por ser um local com lama. Agora, com a Avenida asfaltada, o fluxo interno dos bairros Vila Baiana e Cidade Atlântica aumentaram”, concluiu.

Também beneficiado, o comerciante, Giovânio Pereira Rodrigues, de 27 anos, falou confiante sobre o retorno que o trabalho da Prefeitura esta trazendo. Ele enfatiza que o fluxo de pessoas que a obra trouxe para dentro do bairro melhorou a procura no seu estabelecimento, conforme a obra foi finalizando. “Deu outra cara para essa região, ficou até mais segura”, afirma Rodrigues.