Obras em aeroportos da Copa seguem dentro do programado

De acordo com o Ministério dos Esportes, as obras dos aeroportos das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 estão dentro do programado.

Comentar
Compartilhar
30 DEZ 201210h56

As obras dos aeroportos das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014, e também do aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), estão dentro do programado, diz balanço divulgado pelo Ministério do Esporte sobre ações deste ano. A exceção é o novo aeroporto de  Recife, onde haverá apenas uma intervenção, já em processo em licitação.

De acordo com o balanço, dos 30 projetos previstos, oito foram entregues e 13 estão em andamento. Em nove terminais, todas as obras serão finalizadas até dezembro de 2013 e, em quatro, no primeiro semestre de 2014. São 21 empreendimentos de reforma e construção de terminais de passageiros, que aumentarão em 81% a capacidade de recepção de passageiros nos aeroportos das cidades que abrigarão jogos da Copa. Há ainda sete obras em pistas e pátios, além de duas novas torres de controle, em Recife e Salvador.

O aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN), a cerca de 20 km de Natal, será entregue em abril de 2014. (Foto: Divulgação)

Os investimentos são estimados em R$ 6,82 bilhões, sendo R$ 3,61 milhões de fonte privada. Os aeroportos de Brasília, São Gonçalo do Amarante (RN), Guarulhos (SP) e Campinas (SP) passaram por processo de concessão. Os terminais do Galeão (RJ) e de Confins (MG) passarão pelo mesmo processo em 2013.

Dos 53 projetos de mobilidade urbana previstos, 45 estão em andamento, conforme os dados divulgados pelo governo, o que representa 85% do total. Segundo o balanço anual do Ministério do Esporte, as ações já tiveram início em 11 cidades que receberão partidas do Mundial. Serão dois Veículos Leves sobre Trilhos (VLTs), 15 Bus Rapid Transit (BRTs ), 26 corredores e vias, além de dez estações, terminais e centrais de controle de tráfego nas cidades-sede.

Estão previstos investimentos de R$ 8,95 bilhões em mobilidade urbana, sendo R$ 5 bilhões de financiamento federal. Os empreendimentos já receberam 80% do desembolso que era esperado até a fase atual do planejamento das ações no setor. Os empreendimentos têm conclusão prevista para o período entre janeiro de 2013 e maio de 2014, informa o Ministério do Esporte.

Nos portos, estão em andamento 71,4% das ações programadas, o que corresponde a cinco dos sete projetos que serão usados na Copa. Dos cinco terminais de passageiros previstos, quatro estão em obras (Fortaleza, Natal, Recife e Salvador) e têm previsão de entrega entre abril e novembro de 2013. Também está sendo feito o alinhamento do cais do Porto de Santos (SP), que deve ser finalizado em dezembro de 2013. O píer do Porto do Rio de Janeiro está em fase de licitação e o terminal de Manaus, em fase de elaboração do projeto. Os investimentos previstos são de R$ 682 milhões.