Obra de Cacá Diegues representa o cinema brasileiro em Nova York

Uma mostra com 14 filmes brasileiros será exibida nos Estados Unidos. Todos os filmes escolhidos foram dirigidos por Cacá Diegues.

Comentar
Compartilhar
20 JAN 201311h43

Uma mostra com 14 filmes brasileiros será exibida em Nova York, nos Estados Unidos, de 12 a 18 de abril, no Lincoln Center – que funciona como sede de 12 companhias artísticas. Todos os filmes escolhidos foram dirigidos por Cacá Diegues. Na relação estão clássicos, como Xica da Silva e Bye Bye Brasil, além de produções recentes, como Deus é Brasileiro.

Vladimir de Carvalho, professor de cinema na Universidade de Brasília (UnB), disse que a iniciativa é motivo de orgulho para todos os brasileiros. “O Cacá Diegues reflete o Brasil. Ele tem uma filmografia respeitadíssima e representativa, que mostra o país extraordinário que é o Brasil”, ressaltou.

Diretor de 18 filmes, Cacá Diegues é considerado um dos mais engajados politica e socialmente. Os filmes dele, em geral, reúnem humor com crítica social e análise política e econômica. Para Carvalho, a mostra dos filmes do cineasta brasileiro deve servir como uma “janela” para fazer avançar a produção nacional e ampliar o espaço não só no Brasil como no exterior.

“Infelizmente a produção do nosso audiovisual, do cinema como um todo, está aquém do ponto de vista econômico, pois o espaço que há no país e também no exterior está cada vez mais ocupado por estrangeiros. É preciso mudar isso”, ressaltou o professor da UnB.

Para Carvalho, é fundamental ampliar o número de salas de cinema e também do espaço na mídia. O professor lembrou que houve uma época no Brasil que eram registradas mais de 4,3 mil salas de cinema e, atualmente, o número aproximado é de 1,3 mil em todo o país. “Sabe-se que a crise é mundial, mas é preciso tomar providências”, disse.

Cacá Diegues representa o cinema brasileiro em Nova York (Foto: Divulgação)

No Lincoln Center, em Nova York, os que forem assistir à exibição vão ter oportunidade de conhecer diferentes abordagens do trabalho de Cacá Diegues. Xica da Silva, de 1976, com a atriz Zezé Motta no papel principal, conta a história da escrava que foi alforriada e revolucionou os costumes em Minas Gerais.

Em Bye Bye Brasil, em 1979, ele mostra a história de um grupo de artistas mambembes viajando pelo Brasil, suas aventuras e desventuras. Tieta, de 1996, é baseado no livro de mesmo nome de Jorge Amado, a sedutora personagem vivida por Sônia Braga volta à cidade de origem, no Nordeste, e mexe com a sociedade local.

Também serão exibidos Maior Amor do Mundo, que mostra a trajetória de um pesquisador nas favelas do Rio de Janeiro, Veja essa Canção, baseada em músicas populares famosas, e Deus é Brasileiro, tendo como personagem principal Antonio Fagundes vivendo o drama de “Deus” que se cansa e quer tirar férias.