Novo consórcio irá operar serviço de balsas

A vencedora da licitação é o Consórcio Balsa Nova, conforme ­publicação no Diário Oficial de ontem

Comentar
Compartilhar
24 OUT 2018Por Vanessa Pimentel08h20
A travessia Santos/Guarujá recebeu de volta duas embarcações que estavam em reformaA travessia Santos/Guarujá recebeu de volta duas embarcações que estavam em reformaFoto: Rodrigo Montaldi/DL

A DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A inicia, nesta quinta-feira, à meia-noite, a transição da empresa prestadora de serviço de operação nas Travessias Litorâneas do Estado de São Paulo. A vencedora da licitação é o Consórcio Balsa Nova, conforme ­publicação no Diário Oficial de ontem.

A Balsa Nova assume os trabalhos por um período de 12 meses, no lugar da Internacional Marítima, cujo contrato chegou ao fim.

A empresa atenderá as oito Travessias Litorâneas da DERSA: Santos/Guarujá, Guarujá Bertioga, São Sebastião/Ilhabela, Santos/Vicente de Carvalho, Cananeia/Continente, Cananéia/Ilha Comprida e Iguape/Juréia e Cananéia /Ariri.

“Para o usuário não muda nada, é apenas um procedimento normal e já previsto. O contrato é de 12 meses, podendo ou não ser estendido”, informou a assessoria.

Investimentos

Para melhorar a qualidade dos serviços foram investidos pela Dersa em 2018, R$ 18,3 milhões para a reforma de seis embarcações e três flutuantes. Há ainda a previsão do envio de mais R$ 23 milhões pelo Governo do Estado para a manutenção das embarcações, incluindo a aquisição de novos motores para todas as travessias.

Travessia São Sebastião/Ilhabela

Cinco embarcações realizam a travessia em Ilha Bela, mas até o próximo feriado de Finados, em 2 de novembro, a região receberá mais duas balsas. Na próxima semana, segundo a Dersa, será entregue a embarcação FB-10, com capacidade para 39 veículos, que passou por completo processo de reforma e modernização, com investimento de R$ 2 milhões do Governo do Estado. Também neste mês chegará a FB-28, com capacidade para 65 veículos, e que está em fase final de reforma, no Guarujá.

Para a alta temporada, está prevista a chegada da FB-20, a oitava embarcação, com capacidade para 40 veículos, que também está sendo remodelada, com investimento de R$ 2,6 milhões.

Já entre o fim do ano e o início de 2019, a DERSA prevê a implantação da travessia exclusiva para pedestres, com a chegada das lanchas LS-02 e LS-04, atualmente em reforma e que contaram com ­investimento de R$ 6,7 milhões. Ambas têm ­capacidade para transportar até 370 passageiros cada uma por viagem e permitirão um aumento de cerca de 30% na capacidade de veículos em cada ferryboat.

Os flutuantes, tanto em São Sebastião quanto em Ilhabela, estão recebendo reforma completa com investimento de R$ 3 milhões, para mais segurança e agilidade aos usuários. Os trabalhos deverão ser concluídos ainda neste mês.

Travessia Santos/Vicente de Carvalho

O sistema dispõe, atualmente, de quatro lanchas, atendendo adequadamente os cerca de 14 mil usuários diariamente. Entre elas, está a nova embarcação LS-05 com capacidade para 450 passageiros, entregue em 21/9, e que substituiu a LS-01.

Travessia Santos/Guarujá

Em setembro, o serviço recebeu o reforço de duas embarcações que foram reformadas. Uma delas foi o FB-05, com capacidade para 28 veículos, que ­contou com ­investimento de R$ 1,4 milhão e a FB-19, com capacidade para 50 veículos, e que foi totalmente reformada.

Travessia Guarujá/Bertioga

A margem de Bertioga já conta com um flutuante modernizado, com investimento de R$ 1,5 milhão. Os usuários agora dispõem de uma estrutura mais segura e que proporcionará mais agilidade nos embarques e ­desembarques.

Travessia Cananéia/Ilha Comprida

A balsa FB-12, com capacidade para 28 veículos também passa por completa remodelação e deverá estar de volta em dezembro, com investimento de R$ 1,1 milhão.