Nova rampa de escape entra em operação na Via Anchieta

Assim como em outros pontos do SAI, a rampa de escape também possui um sistema inteligente de monitoramento interligado ao Centro de Controle Operacional

Comentar
Compartilhar
27 AGO 201418h19

Uma carreta pesando 36 toneladas a uma velocidade de 74 km/h foi utilizada para inaugurar, na manhã desta quarta-feira (27), a rampa de escape localizada na área de recuo do km 49 da Rodovia Anchieta. Projetado para garantir uma parada segura aos veículos que perdem o freio na descida da Serra, o novo equipamento conta com 85,4 metros de extensão e cinco metros de largura. Sua área é ligeiramente inclinada, com até um metro de profundidade e totalmente preenchida com argila expandida. A carreta, carregada com água, utilizada para o teste final, atingiu 40,9 metros da rampa, faltando ainda 44 metros para o fim da área. Resultado considerado acima das expectativas pela equipe de engenharia da Ecovias.

Assim como em outros pontos do SAI, a rampa de escape também possui um sistema inteligente de monitoramento interligado ao Centro de Controle Operacional (CCO), que emite um alerta sempre que o equipamento for utilizado. Com a imagem projetada nas telas dos computadores, a concessionária poderá enviar os recursos necessários para socorrer o condutor e retirar o veículo do local de maneira rápida e segura. Para os casos de incidentes com veículos portadores de carga líquida, a rampa conta com um sistema de drenagem e armazenamento, que impede que o resíduo cause danos ao meio ambiente.

A indicação para implantação do novo dispositivo surgiu das reuniões do Plano de Redução de Acidentes (PRA) da concessionária, que reúne semanalmente profissionais das mais diversas áreas da empresa, para discutir sobre soluções que ampliem a segurança nas rodovias do SAI.

Em 2001, a Ecovias construiu a primeira rampa de escape, no km 42 também no sentido Litoral. O equipamento foi utilizado 226 vezes entre 2008 e 2012. De janeiro a dezembro de 2013, a concessionária registrou que 30 veículos entraram na caixa de argila. De janeiro a julho de 2014, oito veículos já utilizaram o equipamento.