Nova frente fria derruba 'clima gangorra', provoca frio e chuva na Baixada Santista

Com a chegada dos ventos frios de origem polar, a mínima prevista para esta terça-feira (13) à noite é de 13°C

Comentar
Compartilhar
13 AGO 2019Por Folhapress18h02
Nova frente fria vai derrubar os termômetros na capital paulista e provocar pancadas de chuva na Baixada SantistaFoto: Rodrigo Montaldi/Arquivo DL

Após semana de clima gangorra, com a tarde mais gelada do ano e outra mais quente do inverno, uma nova frente fria vai derrubar os termômetros na capital paulista e provocar pancadas de chuva na Baixada Santista, na Grande São Paulo e no interior do estado.

Com a chegada dos ventos frios de origem polar, a mínima prevista para esta terça-feira (13) à noite é de 13°C. Até lá, a máxima não deve passar dos 21°, com taxas de umidade do ar entre 50% e 90%. 

A nebulosidade aumenta e a região deve ter ventos fortes, com rajadas entre 50 km/h e 70 km/h. A previsão também alerta para o mar agitado na costa do Sudeste, com ondas que podem chegar a dois metros. 

Na quarta-feira (14) ainda deve chover na Grande SP, no Vale do Paraíba e no litoral. Os termômetros oscilam entre 11°C na madrugada e 14°C no início da tarde. Já na quinta (15), madrugada fria com termômetros e torno dos 9°C e amanhecer com sol entre poucas nuvens. 

No entanto, não há expectativa de muitos dias com frio. O calor deve voltar a partir do final de semana.

Frente fria

A frente fria que se espalha por São Paulo vem do Sul do país, como de costume. Por lá, ela está associada a um ciclone extratropical e acompanhada por uma massa de ar polar de forte intensidade.

Venta bastante em praticamente todos os estados, com rajadas de até 80 km/h.

Nesta terça, o frio é mais intenso sobre o Rio Grande do Sul. As temperaturas muito baixas no amanhecer desta terça permitiram inclusive a formação de geada. 

Às 6h, as estações automáticas do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) registravam 3,5°C em Cruz Alta, 4,1°C em São José dos Ausentes e 4,2°C em Alegrete.

No Paraná, incluindo Curitiba, e em Santa Catarina, incluindo Vale do Itajaí e Florianópolis, chove de forma moderada nesta terça.

Na quarta, o dia será ainda mais gelado. O centro da massa de ar frio avança sobre a região e, com temperaturas muito baixas, há condições para geada generalizada sobre o Rio Grande do Sul, no centro, oeste e sul de Santa Catarina e no oeste e sul do Paraná. 

Na quinta, ainda pode gear em áreas dos três estados e há previsão de voltar a gear em Curitiba.

No Nordeste, ao contrário, o ar seco predomina e os próximos dias serão de sol. Apenas deve chover fraco em parte da costa leste e com mais intensidade no litoral do Maranhão. 

Principalmente nas áreas do interior, a umidade deve chegar a níveis abaixo dos 30%. O índice nesse patamar é considerado muito baixo, já que o ideal para a saúde humana é uma umidade no ar acima dos 60%, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Nos próximos dias, a frente fria que afeta o Sul e o Sudeste até deve passar próxima à costa leste nordestina, na altura da Bahia, e aumentar a instabilidade sobre parte da região.

Há possibilidade de chuva no litoral sul do estado, em Maceió e no Recife. As duas capitais terão chuva a qualquer hora, intercalada com períodos de sol. 

Colunas

Contraponto