Da Baixada para o mundo: conheça artistas da Região que fazem sucesso na Netflix

Plataforma reúne atores e cineastas de cidades da Baixada Santista.

Comentar
Compartilhar
13 JUL 2019Por Lincoln Spada11h47
Atriz profissional pelo Teatro do Kaos, a cubatense Tamirys O'Hanna atua como Marta, uma liderança da guarda, na série '3%'.Foto: DIVULGAÇÃO/NETFLIX

As 40 horas de ensaio traduzidas em cinco minutos de cena, com um texto áspero de Plínio Marcos, fizeram Christian Malheiros entrar na Escola de Artes Cênicas Wilson Geraldo (EAC) com 15 anos. Agora, aos 19, o garoto prodígio migra da Baixada Santista para as telas internacionais como protagonista de 'Sintonia', nova série da Netflix.

"A verdade é que 95% de tudo que conquistei até aqui é estudo, vocação e estratégia, só 5% é talento", explica o ator. Sua perseverança de telefonemas diários à EAC - a escola municipal só aceita alunos a partir de 16 anos - lhe rendeu um teste para recriar uma esquete da 'Balada de um Palhaço'.

De imediato, pediu o apoio de sua antiga professora de artes. Nem reclamava do vaivém do ônibus para os ensaios. As olheiras do cansaço foram disfarçadas por maquiagem e figurino. Um preciosismo transformado em gafe, pois os concorrentes usavam roupas neutras, conforme o regulamento da seleção.

"Reprovei", pensou. Ao contrário, foi destaque da turma.

AO INFINITO E ALÉM

A dedicação do sétimo filho de um casal baiano desviou da vocação de parentes e amigos: "Entre o porto e a indústria, decidi ser artista". Ajudou em bar e vendeu sanduíche na praia, mas, desde que ia escondido às aulas de teatro na EMEF Mário Covas, aos 9, Christian já visava o futuro no palco.

Adolescente, o vicentino se metropolizou em grupos teatrais de Praia Grande a Santos, e arriscou um estágio no Tribunal de Justiça para protagonizar 'Sócrates'. O filme circulou por inúmeros países, rendendo a indicação no Spirit Awards (EUA) e os prêmios nos festivais internacionais Manheim-Heidelberg (Alemanha) e Mix Brasil de Cultura da Diversidade (SP).

Mas o maior reconhecimento foi na Mostra de Cinema de Gostoso (RN). "Um rapaz da equipe do evento chorou quando me reconheceu. Graças ao filme, disse ter mudado o jeito de lidar com a família".

Christian Malheiros é protagonista de 'Sintonia', série da Netflix que estreia em 9 de agosto (Crédito: Netflix)

REI DO YOUTUBE

Em 9 de agosto, Christian estrelará em 'Sintonia'. Rodada na Capital, a série aborda um trio de amigos de infância que seguem rumos distintos em uma favela influenciada por funk, fé e drogas. Ele viverá Nando, amigo do ambicioso Doni (MC Jottapê) e da rebelde Rita (Bruna Mascarenhas). Casado com Scheyla (Julia Yamaguchi), Nando deve se envolverá com más companhias.

A produção foi concebida e dirigida por Konrad Dantas, o Kondzilla. De Guarujá, o cineasta autodidata de 30 anos, há nove se dedica a videoclipes. Criativo e disciplinado, lança filmes diariamente.

A larga produção triplicou o seu número de inscritos no YouTube: são 50 milhões de internautas e 25 bilhões de visualizações no ritmo do principal canal do funk na web. Indicado ao festival Cannes Lions, hoje divide a criação de sua nova obra com Guilherme Quintella e Felipe Braga, e a direção com Johnny Araújo.

DO ROTEIRO À AÇÃO

Por sua vez, o santista Rodrigo Bernardo, de 36 anos, será outro nome regional na plataforma audiovisual. Atual membro da Academia Internacional do Emmy, o diretor de 'Talvez uma história de amor' (pré-indicado ao Oscar) é um dos roteiristas da futura série 'Ninguém Está Olhando'.

"Recebi um convite para participar quando o processo já estava bem avançado. Juntos na sala de roteiro, discutimos ideias e criações, cada um assina um episódio", diz o autor do piloto. Com direção de Daniel Rezende ('Turma da Mônica - Laços'), a comédia sobre um anjo da guarda rebelde é estrelada por Vitor Lamoglia (Parafernalha) e reúne Júlia Rabello (Porta dos Fundos), Leandro Ramos (Choque de Cultura), Projota e Kéfera Buchmann.

No atual catálogo do site, é possível encontrar a cubatense Tamirys O'Hanna, 25 anos, como Marta, uma liderança da guarda em '3%', disposta a enfrentar a ameaça rebelde de Glória (Cynthia Senek), Rafael (Rodolfo Valente) e outros jovens do Continente.

Atriz profissional pelo Teatro do Kaos, graduada na USP e com experiência desde teatro de formas animadas (na Europa) até de musicais e dança (nos EUA), Tamirys está nas duas últimas temporadas da primeira produção nacional da plataforma de streaming.

Atriz profissional pelo Teatro do Kaos, a cubatense Tamirys O'Hanna atua como Marta, uma liderança da guarda, na série '3%' (Crédito: Netflix)

"É incrível vivenciar uma grande produção. Tudo é pensado em detalhes", descreve a atriz, que recebe roteiros e grava um ano antes da estreia. Um largo período para editar e finalizar cada um dos episódios.

BLACK MIRROR

A paisagem do Maralto, defendida por Marta, tem as suas semelhanças com a região. A Praia do Éden é um dos cenários de '3%', mesmo horizonte do jogo imersivo 'Striking Vipers', no episódio homônimo da mais recente temporada de 'Black Mirror'.

Já a Praia de Guaiúba marcou o romance de Malu (Maria Casadevall) e Chico (Leandro Lima) em 'Coisa Mais Linda'. Esta é uma das 30 novas obras brasileiras entre séries e filmes originais da Netflix até 2022.

O foco no país se deve a sermos um dos três principais mercados da plataforma. Ao todo, já são mais de 8 milhões de assinantes: 6% do mercado mundial da gigante digital.

Colunas

Contraponto