VLI DESKTOP TOPO
SABESP AGOSTO MOB

Nem todos os instrumentos de percussão são permitidos na Concha Acústica

Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) impôs regra que restringe a apresentação da maioria dos artistas

Comentar
Compartilhar
29 JAN 201510h13

Os santistas e os turistas podem se preparar para assistir o que há de melhor em termos de bossa nova na Concha Acústica, que foi reinaugurada em Santos, na última segunda-feira (26), quando a Cidade completou 469 anos. Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado entre a Prefeitura de Santos e o Ministério Público (MP), impede aos artistas o uso dos principais instrumentos de percussão, como bateria acústica, bumbos e surdos, inclusive os sinfônicos.

Ou seja, a população não terá direito de ouvir samba, rock, pop, pagode e demais estilos que dependam desses instrumentos tipicamente brasileiros. Tem mais: os artistas também não poderão usar reprodutores do tipo subwoofer, caixas de retorno de palco, amplificadores ou reprodutores de qualquer tipo ou potência. Uma verdadeira lei do silêncio para quem vive da música.

O TAC — documento que impõe regras e previne uma possível ação judicial — foi homologado na Justiça e foi assinado este mês, após o segundo teste de som aprovado por técnicos do MP, da Cetesb e Prefeitura, na presença do promotor público, Daury de Paula Júnior.   

Vale lembrar que foi gasto pouco mais de R$ 1 milhão, proveniente do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade), do Governo Estadual, na reforma do equipamento, que continuará tendo restrições ao uso, ou melhor, limitado a quem, pode se dizer assim, ‘manda um som mais comportado’.

Também é fato que a Concha ganhou isolamento acústico que impede a saída de som e a interferência de ruídos externos, pois foi cercado por vidro temperado laminado de 16 milímetros de espessura e 3,5 metros de altura. O que, pelo visto, não garante que o som ultrapasse os limites do equipamento, que ficou 13 anos fechado por causa da propagação do som.

Instrumentos como bateria acústica, bumbos, surdos e sinfônicos estão proibidos (Foto: Matheus Tagé/DL)

‘Todos os artistas’

Vale lembrar que em seu perfil no Facebook, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa postou o seguinte comentário na última segunda-feira: “No aniversário da nossa Santos, entregamos hoje a Concha Acústica totalmente reformada e readequada, que volta a ser palco de grandes apresentações dos artistas da Cidade e da região, após 13 anos fechada ao público”.

O prefeito continua: “A reabertura desse importante equipamento cultural da nossa Cidade foi fruto de um esforço conjunto entre a Prefeitura, o Ministério Público e a Cetesb, que agora está novamente à disposição de todos os santistas”. Ele só se equivocou com relação a “todos os artistas”.