Mulher tem surto e destrói Pronto Socorro; prejuízo é de R$49 mil

A mulher foi presa após quebrar portas de vidro, equipamentos, utensílios, xingar funcionários e sujar as paredes com seu sangue.

Comentar
Compartilhar
28 ABR 2018Por Da Reportagem18h48
Mulher em surto destruiu salas, portas e medicamentos de PS.Foto: Prefeitura de Pedro de Toledo/Divulgação

O Pronto Socorro Central de Pedro de Toledo teve que ser fechado por 24 horas devido à um surto psicótico de uma das pacientes, que chegou ao local numa ambulância do SAMU (Servico de Atendimento Médico de Urgência). Funcionários relataram que a mulher começou a insultá-los e, na sequencia, passou a destruir tudo o que via pela frente: portas de vidro, frascos e ampolas de medicamentos, cadeiras etc. 

"Ela jorrava muito sangue, pois se cortou em uma das portas de vidro. É quase impossível você tentar conter uma pessoa que está jorrando sangue, passando ele nas paredes e nitidamente descontrolada, agressiva", explicou Evely Silva, diretora do depatamento de saúde da cidade.

A mulher foi encaminada à delegacia de Pedro de Toledo, onde permancece presa pelos crimes de desacato, ameaça e dano ao patrimônio. Funcionários do PS também prestaram depoimento e abriram um boletim de ocorrência.

O PS já retornou ao seu funcionamento normal.