Movida a energia solar, van leva cinema ao São Manoel

Programação acontece das 18h30 às 19h30 na Praça da Quadra Poliesportiva, com exibições de premiados curtas e do longa-metragem “O Milagre de Santa Luzia”

Comentar
Compartilhar
05 OUT 2017Por Da Reportagem11h01
O Cinesolar utiliza energia limpa e renovável para exibições de filmesFoto: Israel Barreto/Divulgação

Um cinema itinerante, que cruza as estradas do país exibindo filmes a partir da energia solar. Essa é a ideia central do Cinesolar, projeto que estaciona em Santos hoje, com apresentações gratuitas no Jardim São Manoel. A programação acontece das 18h30 às 19h30 na Praça da Quadra Poliesportiva, com exibições de premiados curtas e do longa-metragem “O Milagre de Santa Luzia”, dirigido por Sérgio Roizenblit, uma viagem pelo Brasil que toca sanfona, conduzida por Dominguinhos, principal sanfoneiro vivo do País.

O Cinesolar utiliza energia limpa e renovável para exibições de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Tudo funciona a partir de uma van equipada com placas solares que possibilitam, através de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior do veículo, há 100 assentos para o público, telão com metragem de 200 polegadas, sistema de projeção e som e até um estúdio de gravação. Quando chegam aos locais de exibição tudo é retirado da van e o cinema é montado em lugares como praças públicas e quadras esportivas. Haverá também distribuição gratuita de pipoca para que as pessoas possam ter uma experiência completa da ida a uma sessão de cinema.

“O Brasil tem um incrível potencial em energias renováveis. E por que não se beneficiar no campo do entretenimento, das artes e da cultura? Nosso objetivo é, além de democratizar o acesso à produção audiovisual nacional, trabalhar com ações sustentáveis que multipliquem a conscientização ambiental e mostrem a força que a energia solar tem por aqui”, diz Cynthia Alario, idealizadora e coordenadora do projeto.

Durante o evento acontece também a Eco Estúdio Solar - exposição tecnológica sustentável, com apresentação da van Cinesolar Tupã e do projeto como um todo. Dentro da van, infográficos e monitores mostram como funciona o carro e são passadas informações sobre os princípios básicos da energia solar (por exemplo: como a energia solar se transforma em energia elétrica). Além disso, são mostrados produtos de sustentabilidade e tecnologias renováveis, com aplicações práticas no dia-a-dia, como um instigante relógio de batatas.

Essa será a segunda etapa da passagem do projeto pela cidade: no último dia 28 de setembro, o Cinesolar esteve na Praça Nicolau Geraigire,  também no Jardim São Manoel, para realizar a Oficinema Solar (Oficina de Cinema), evento fechado, voltado a 30 alunos de escolas da região. Além de participarem de uma introdução ao audiovisual e de desenvolver um roteiro de cinema, durante a oficina os jovens produziram um curta-metragem, que será exibido hoje, junto com os outros filmes da programação.  

Projeto

Desde o início das atividades, em 2013, o Cinesolar, em seus diversos circuitos, realizou 455 sessões e 139 oficinas em 249 cidades do Brasil, ultrapassando 71 mil espectadores. A economia de energia elétrica chega a 171 KW, equivalente a mais de três mil horas de uma geladeira ligada. Além de realizar sessões sustentáveis, as temáticas dos filmes trazem a sustentabilidade à tona. Essa é a segunda passagem do projeto pela cidade.

Colunas

Contraponto