Motorista enfrenta lentidão no Sistema Anchieta-Imigrantes

Ao longo do dia, houve pontos de congestionamentos em direção ao Litoral e à Capital

Comentar
Compartilhar
27 DEZ 201311h14

Motoristas que utilizaram ontem as rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes tanto com destino à Baixada Santista quanto à Capital paulista, enfrentaram congestionamentos nas rodovias em vários pontos ao longo do dia.  

O tráfego começou a ficar lento já por volta das 7h45, no final do trecho de planalto da Via Anchieta em direção ao litoral, entre o km 37 e km 40, devido ao excesso de veículos. Nas  demais rodovias  do SAI o tráfego era bom em ambos os sentidos.

O trecho de serra da pista norte da Anchieta estava bloqueado, entre o km 40 e km 55, para inversão de mão de direção.

O SAI operava em esquema (5x3). A descida da serra era realizada pelas pistas sul da Anchieta e da Imigrantes. A subida era feita pela pista norte da Imigrantes.      
Às 9h20, a concessionária Ecovias informou em seu boletim que a Rodovia dos Imigrantes tinha tráfego lento rumo ao litoral, entre o km 39 e km 43, devido ao excesso de veículos.

Foram registradas filas do km 276 ao km 280, no sentido Praia Grande (Foto: Luiz Torres/DL)

Para melhorar a fluidez do tráfego, a Ecovias implantou a Operação Descida 7x3 (A descida da serra é realizada pelas pistas norte e sul da Anchieta e também pela pista sul da Imigrantes. A subida acontece apenas pela pista norte da Imigrantes).

Às 10h45, a Rodovia dos Imigrantes apresentava tráfego lento rumo ao Litoral, entre o km 28 e km 32 e entre o km 39 e km 43. As demais rodovias  do sistema tinham  tráfego bom em ambos os sentidos. 

Por volta das 12h15, a lentidão aumentou na Imigrantes até o km 23 rumo à Baixada.

Também neste horário, devido ao movimento de veículos, foi registrada lentidão na Rodovia Cônego Domenico Rangoni no sentido Guarujá, do km 270 ao km 268.
A operação 7X3 foi mantida. Por volta das 14h15, a Ecovias informou que a Anchieta era a melhor opção para o motorista que viajava ao Litoral, naquele momento. A rodovia tinha tráfego intenso, mas sem pontos de lentidão.

Já a Rodovia dos Imigrantes continuava congestionada do km 23 ao km 32 e do km 40 ao km 43 na direção do Litoral. Na Cônego, a lentidão permaneceu em dois pontos na direção do Guarujá — entre o km 270 e o km 268 e do km 250 ao km 248.

A Rodovia Padre Manoel da Nóbrega apresentava boas condições nos dois sentidos. Na direção da Capital, o motorista encontrava tráfego carregado no trecho de serra da Imigrantes.

Por volta das 17,15, havia congestionamentos também na Rodovia dos Imigrantes, em direção ao litoral, na chegada a São Vicente do km 62 ao km 65. Já a Anchieta tinha lentidão na Baixada, no sentido São Paulo, do km 57 ao km 55.

Na Cônego, sentido Cubatão/São Paulo, houve tráfego lento do km 265 ao km 270 e em direção ao Guarujá do km 272 ao km 267, às 17 h. Na Padre Manoel da Nóbrega, sentido Praia Grande, foram registradas filas do km 276 ao km 280. 

Às 20h30, a Imigrantes, em direção à Capital e na chegada a São Vicente, ainda apresentava lentidão. Neste horário o SAI já operava em esquema normal (5x5).
Já no boletim divulgado pela Ecovias, às 22h20 — fechamento desta edição — o tráfego fluia bem em todas as rodovias do SAI.

Desde 0h do dia 20, quando se iniciou a contagem de Natal, mais de 495 mil veículos desceram a serra em direção à Baixada. No sentido Capital, a Ecovias registrou a passagem de mais de 371 mil veículos.