Mortes em rodovias federais aumenta 38% no feriado do Natal

De 21 a 25 deste mês, 222 pessoas morreram em acidentes nas estradas.

Comentar
Compartilhar
27 DEZ 201210h20

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou, no feriado prolongado de Natal, um aumento de 38% no número de mortes em rodovias federais. Entre os dias 21 e 25 de dezembro, foram registradas 222 mortes, sendo que ultrapassagens mal-sucedidas foram o motivo de pelo menos 30% dos acidentes fatais que ocorreram durante o período. Em 2011, o número de mortes chegou a 161 no mesmo período.

Neste Natal, ocorreram sete acidentes considerados de grande proporção - com quatro mortes ou mais - que resultaram em 36 mortes. Desses acidentes, seis foram causados por colisão frontal. No ano passado, foram três os acidentes de grande proporção, com 13 mortes no total.

O número de acidentes no feriado deste ano foi 3.027 e o de feridos foi 1.942, enquanto em 2011 ocorreram 3.296 acidentes, com 3.296 feridos. No período natalino, 25.082 pessoas passaram pelo teste do bafômetro, das quais 855 foram reprovados e pagarão multa de R$ 1.915,40, de acordo com as novas regras da Lei Seca. Dos reprovados pelo bafômetro, 393 foram presos em flagrante por crime de trânsito.

O número de acidentes no feriado deste ano foi 3.027 e o de feridos foi 1.942, enquanto em 2011 ocorreram 3.296 acidentes, com 3.296 feridos. (Foto: Reprodução)