Moradores têm opções de oficinas enquanto esperam por seu peixe

A Prefeitura de Guarujá oferece distração para os moradores, enquanto eles esperam para comprar o peixe fresco no Caminhão da Feira do Peixe

Comentar
Compartilhar
01 FEV 201318h33

Os munícipes que frequentam o Caminhão da Feira do Peixe, parceria entre a Prefeitura de Guarujá e o Ministério da Pesca, além da oportunidade de adquirir peixe fresco, barato e de qualidade, contam também com outros serviços.

Enquanto esperam sua vez de serem atendidos, os moradores podem se distrair com as oficinas de trança de cabelo e pintura artística, além de poderem adquirir artigos produzidos nas oficinas de costura e de produtos confeccionados com a pele do peixe. Essas oficinas são realizadas pela Cooperativa Pérolas de Guarujá.

As tranças são feitas por Dona Tata, que oferece as opções de dreads, tererês e tranças de raízes. A oficina faz bastante sucesso, principalmente entra as crianças, que podem se distrair enquanto os pais esperam sua vez de ser atendido. A pintura artística de rosto é outra alternativa que alegra as crianças, e é realizada por Janaína de Freitas, mais conhecida como Pantera. Esses dois serviços são gratuitos.

Dona Maria de Lourdes Oliveira, foi com a neta Geovana, de 6 anos, e enquanto ela aguardava sua vez, Geovana aproveitou para fazer tranças no cabelo e pintar o rosto. “Gostei bastante, vim pela primeira vez e agora quero vir toda terça-feira”, disse dona Maria de Lourdes.

O pequeno Filipe, de 4 anos, também aproveitou para pintar o rosto. Sua avó, Francinete Maria dos Santos, gostou da distração oferecida para as crianças. “Acho uma boa ideia para distrair as crianças”, conta Francinete.

Na semana passada foi servido, para degustação, um pirão de cabeça de peixe aos clientes do Caminhão do Peixe (Foto: Pedro Rezende/ Divulgação PMG)

No local também estão expostos os produtos confeccionados com o couro do peixe, na Cooperativa. Carteiras, bijouterias, bolsas, entre outros itens, são comercializados Além desses itens de couro, há também lingeries produzidas nas oficinas de costura. Segundo a microempreendedora, Lídia Maria Rosa Silva, as peças são feitas sob medida nas oficinas. “Agora vamos expor aqui. A Prefeitura, graças à Deus, nos ajudou cedendo esse espaço”, relata Lídia Maria.

Segundo a diretora de Proteção Social Básica, Maria Angélica de Araújo Cruz, a exposição dos trabalhos realizados nas oficinas da Cooperativa Pérolas de Guarujá é uma oportunidade de divulgação do trabalho. “Esse é o momento em que as mulheres, que fazem parte da Cooperativa, tem a oportunidade de mostrar e comercializar seu trabalho”, finaliza Maria Angélica.

Degustação

Na última terça-feira (29), os munícipes degustaram um delicioso pirão feito com a cabeça do peixe, receita do chef de cozinha Ailton Jesus da Silva. A população aprovou a iniciativa.

“Estava delicioso, agora não jogo mais a cabeça do peixe fora. Acho muito bom esse caminhão, porque o peixe está muito caro”, disse dona Adalgiza Gonçalves que estava no local pela primeira vez e pretendo ir sempre a partir de agora.

O pastor Valtecy de Oliveira, que frequenta o caminhão sempre, também gostou da receita. “Estava gostoso o pirão. Sempre que posso eu venho comprar peixe, acho muito bom, porque peixe é muito caro.”

Camarão

Na próxima terça-feira (5), será a vez da degustação de camarão. Assim como o pirão, o camarão será oferecido para a população em uma deliciosa receita.
O Caminhão da Feira do Peixe fica estacionado na Praça do Comércio, no Morrinhos II e atende a partir das 9 horas.