Moradora de São Vicente encontra cobra coral dentro de casa; veja vídeo

O animal, que é venenoso, foi encontrado no Jardim Irmã Dolores e encaminhado ao Instituto Butantan, na Capital

Comentar
Compartilhar
02 MAR 2021Por Da Reportagem14h19
Cobra mais venenosa do Brasil, é da mesma família das Najas e Mambas (Elapidae)Cobra mais venenosa do Brasil, é da mesma família das Najas e Mambas (Elapidae)Foto: Divulgação

Uma cobra extremamente rara e venenosa mobilizou a equipe do Pelotão Ambiental e da Guarda Civil Municipal (GCM), de São Vicente, em uma operação de resgate. O réptil foi encontrado na Rua Paraná (Jardim Irmã Dolores).

As cores vibrantes, em vermelho, preto e branco, chamaram a atenção dos munícipes que acionaram a GCM. Quando a equipe chegou ao local, percebeu que se tratava de um filhote, que foi capturado e diretamente encaminhado ao Instituto Butantan, em São Paulo, que atua também como serpentário. A operação de resgate também contou com o apoio do Corpo de Bombeiros

Para lidar com essa espécie, é preciso muito treinamento. Isso porque, além do veneno, existem as corais “verdadeira” e “falsa”. Para diferenciá-las é preciso avaliar a dentição do animal, tarefa quase impossível para os leigos.

Coral

Cobra mais venenosa do Brasil, é da mesma família das Najas e Mambas (Elapidae), e possui um veneno neurotóxico muito potente. Algumas podem apresentar anomalias e nascer completamente vermelhas, brancas ou pretas.

Denúncias

O munícipe que encontrar algum animal silvestre deve acionar a Guarda Civil Ambiental (GCA), por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Defesa Animal (Semam), pelos números (13) 3569-2274 e (13) 99679-3604. Pode, também, ligar para GCM, pelo 153 (ligação gratuita). Outra forma de contato é pelos e-mails [email protected] e [email protected]