Morador se revolta com a falta de água que ainda atinge Guarujá

Ele explica que abriu protocolos, mas a solução não acontece: "Não comparecem no local. Quando chega a água, a pressão é baixa"

Comentar
Compartilhar
30 JUL 2021Por Carlos Ratton07h40
Todo ano, moradores de Guarujá e Vicente de Carvalho reclamam da falta de água, mas o problema persiste sem soluçãoTodo ano, moradores de Guarujá e Vicente de Carvalho reclamam da falta de água, mas o problema persiste sem soluçãoFoto: Nair Bueno/DL

Entra ano, sai ano e a questão de falta de água em Guarujá não muda. Esta semana, o morador Cleiton de Melo Souza, residente na Rua Maria Geralda Valadão, 185, no Jardim Mar e Céu, relatou seu drama: "a falta de água é constante em minha casa e nas demais de minha rua. Sei que o mesmo ocorre em muitos outros bairros e as reclamações já são conhecidas, como a falta de solução. É um profundo desrespeito com quem paga as contas em dia. O descaso desta prestadora de serviço é contínuo", relata revoltado.

Souza explica que abriu protocolos, mas a solução não acontece. "Não comparecem no local. Quando chega a água, a pressão é baixa e corremos o risco também de queimar o chuveiro".

A empresa afirma que técnicos constataram que o abastecimento acontecia de forma adequada. Orientaram sobre adaptações às normas técnicas, que determinam a obrigatoriedade de caixas-d'água dimensionadas para o consumo durante, ao menos, 24 horas.