Ministro da Saúde visitará Hospital Irmã Dulce em Praia Grande

Alexandre Padilha estará na Cidade neste sábado. Mais seis profissionais estrangeiros do Mais Médicos também se apresentaram hoje

Comentar
Compartilhar
13 DEZ 201318h14

O Ministro da Saúde, Alexandre Padilha, visitará o Hospital Municipal Irmã Dulce em Praia Grande neste sábado (14), a partir das 16h30. No local, o dirigente se encontrará com os profissionais que estão atuando na Cidade oriundos do programa Mais Médicos, criado pelo Governo Federal para melhorar o atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde.

Praia Grande recebeu nesta sexta-feira (13) mais seis profissionais estrangeiros do Mais Médicos. Os médicos, todos cubanos, passarão por um período de treinamento antes de ingressarem na rede municipal.

A vinda desses profissionais faz parte do segundo ciclo da fase dois do programa. Praia Grande já conta atualmente com 11 profissionais do Mais Médicos (6 cubanos, 3 argentinos e 2 brasileiros). O grupo realiza atendimentos voltados a população em unidades de Saúde da Família (Usafa).

Investimento

O Município vem se destacando ao longo de 2013 pelo investimento na atenção básica, porta de entrada do sistema de saúde, com destaque para a modernização de Usafas e UBSs já existentes, a construção de outros equipamentos e a informatização dos agendamentos de consultas e também procedimentos relacionados a dispensação de medicamentos.

Alexandre Padilha visitará o Hospital Municipal Irmã Dulce em Praia Grande neste sábado (Foto: Agência Brasil)

As ações foram estipuladas pelo prefeito e fazem parte das metas do programa Avança PG. A iniciativa é um conjunto de melhorias planejadas para o triênio 2014-2016, distribuídas por dez grandes eixos de atuação, de acordo com os setores do Município.

A Cidade busca reverter uma rotina que se estabeleceu ao longo dos últimos anos: o aumento dos atendimentos de emergência e a redução das consultas na atenção básica. Em 2012, um total de 24,5% dos serviços prestados foram na atenção básica, contra 63% de urgência e emergência e 11% de especialidades.

“Sou defensor do atendimento primário e do Programa Saúde da Família. A prevenção é fundamental. Isso não se faz em um pronto-socorro ou hospital. A Cidade estabeleceu um processo de retorno de acessibilidade à saúde básica”, disse o prefeito de Praia Grande, Alberto Mourão.

Paralelo ao Mais Médicos, Praia Grande também está investindo na contratação de profissionais da área. Recentemente foi realizado um concurso público e os médicos aprovados já foram convocados.

Estão em fase final os trabalhos de revitalização e ampliação de cinco unidades de saúde do Município. São elas: o Ambulatório Ocian e as Usafas Ribeirópolis, Samambaia, Mirim e Tupiry II. Os serviços compreendem a readequação e construção de novas salas de atendimento e de espera, ampliando a área útil dos prédios. O investimento é de aproximadamente R$ 530 mil e beneficiará os cerca de 50 mil moradores das localidades atendidas por estes postos de saúde.

Além da ampliação das unidades, mais uma Unidade de Saúde da Família está sendo construída no Bairro Esmeralda e deve ser entregue no início de 2014. A construção de outras sete unidades está prevista para os próximos três anos.

Recurso

Em julho, Praia Grande recebeu R$ 3 milhões do Ministério da Saúde para construir mais quatro unidades de Saúde da Família (Usafas). Mourão comemorou a informação publicada no Diário Oficial da União e lembrou que fez pessoalmente ao ministro Padilha, no ano passado, em Brasília, o pedido para a liberação dos recursos, quando ainda exercia o mandato de deputado federal.

Endereço

Endereço do ponto de partida da visita do Ministro da Saúde ao Hospital Municipal Irmã Dulce em Praia Grande (Avenida São Paulo, altura do nº 993, Bairro Boqueirão).