Médico com sinais de embriaguez precisou ser retirado de plantão

Testemunhas afirmaram que após retornar do seu horário de lanche o profissional 'não tinha condições de trabalhar', por apresentar sinais claros de embriguez.

Comentar
Compartilhar
27 ABR 2019Por Da Reportagem19h46
*Foto meramente ilustrativa e que não representa a identidade do profissional.Foto: Reprodução/Internet

Um médico precisou ser retirado do seu plantão na noite da última quinta-feira (25), na cidade de Eldorado, no interior de São Paulo. Segundo informações de testemunhas - que foram confirmadas pela administração municipal - o profissional retornou do seu horário de lanche, por volta das 20h, apresentando sinais claros de embriaguez e sem a menor condição de realizar atendimentos. Ele foi retirado do plantão e outro médico assumiu seu posto de trabalho.

Pacientes e funcionários da Santa Casa de Eldorado disseram que o comportamento do médico estava normal (ou não apresentava nenhum sinal claro de embriaguez) até a pausa do seu lanche. Ao retornar, então, já era nítido, segundo os mesmos funcionários, que ele havia ingerido bebidas alcoólicas. 

A Prefeituta de Eldorado confirmou o ocorrido e, em nota, lamentou o episódio, dizendo que o médico não é do quadro de funcionários da prefeitura, pertecendo a uma empresa que presta serviços ao município.

A empresa em questão também se manifestou, afirmando que o profissional de saúde não faz mais parte do seu quadro de funcionários por ter apresentado conduta inaceitável, e que ele foi denunciado junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM).

 

Colunas

Contraponto