Média de casos de coronavírus sobe e Baixada Santista beira os 2 mil mortos

Média móvel de infecções tem aumento preocupante cerca de 15 dias após a primeira grande 'invasão' às praias de Santos, Guarujá, São Vicente e Praia Grande

Comentar
Compartilhar
17 SET 2020Por LG Rodrigues07h15
Disparada de novos casos ocorre aproximadamente 15 dias depois de praias serem invadidas por moradores e turistas na RegiãoFoto: Nair Bueno/DL

Depois de seguidos fins de semana em que várias pessoas registraram fotos e vídeos de praias que foram invadidas por moradores e turistas, a Baixada Santista tem um aumento no número médio de casos de coronavírus e também de óbitos pela patologia. As nove cidades caiçaras demonstravam queda nas taxas de novas pessoas infectadas com Covid-19 mas o dado de média móvel de infecções tem aumento preocupante cerca de 15 dias após a primeira grande 'invasão' às praias de Santos, Guarujá, São Vicente e Praia Grande.

Durante a última semana de agosto e a primeira semana de setembro, a Baixada Santista demonstrou uma queda no número médio de novos casos, o que quer dizer que a população caiçara tinha pelo menos aproximadamente 150 novos casos a cada sete dias, ao mesmo tempo em que se registrava cerca de cinco mortes no mesmo período. A evolução foi recebida com alívio pelas autoridades sanitárias, que ainda pregavam cautela e sem esquecer que famílias continuavam a perder entes queridos para a pandemia.

Coincidentemente, ou não, este número saltou de forma expressiva e preocupante duas semanas depois da Região ter sido invadida por turistas no fim de semana dos dias 29 e 30 de agosto, quando um número elevado de veículos deixou a Capital e outras cidades do interior paulista com destino ao litoral.

Neste momento, a Baixada tem média móvel que beira os 200 novos casos por semana, 50 a mais do que antes das 'invasões às praias' e no mínimo oito óbitos a cada sete dias. As nove cidades da Região também somam mais de 52 mil casos confirmados e pelo menos 1.892 mortes pelo vírus que já matou mais de 936 mil pessoas em todo o planeta.

Santos ainda é a cidade com mais casos na Baixada Santista: 19.089 ao todo e 597 mortes registradas até esta quarta-feira (16). O município é seguido, pelo número de pessoas infectadas com o coronavírus, por Guarujá, Praia Grande, Cubatão, São Vicente, Bertioga, Itanhaém, Peruíbe e, por fim, Mongaguá.

A cidade polo do litoral sul é a quarta com mais casos da doença em todo o Estado de São Paulo de acordo com estatísticas do portal da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados, Seade, que podem ser conferidas no site do Governo do Estado. Santos ainda é a sétima cidade com mais registros de vítimas fatais para a patologia. (LG Rodrigues)