Material encontrado em plataforma é inerte, diz Marinha

Três embarcações foram deslocados para a região, assim como equipes de mergulhadores de combate, fuzileiros navais, policiais federais e civis

Comentar
Compartilhar
01 DEZ 201313h30

A Marinha do Brasil informou por nota ter sido avisada por volta das 19 horas deste sábado (30) da existência de uma caixa com material suspeito de ser explosivo a bordo da plataforma petrolífera do Frade, na Bacia de Campos, a 230 km de Macaé (RJ).

Na manhã deste domingo (1), exames constataram que se tratava de material inerte e sem dispositivo detonador. Foi aberto inquérito sobre o incidente.

Três embarcações - os navios patrulha Amazonas e Gurupá e a corveta Barroso - foram deslocados para a região, assim como equipes de mergulhadores de combate, fuzileiros navais, policiais federais e Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do Rio.

Foi formado ainda um gabinete de crise, e a Amazonas assumiu, na madrugada de domingo, as operações na plataforma, cuja produção foi interrompida.

Exames constataram que se tratava de material inerte e sem dispositivo detonador. (Foto: Divulgação/Petrobras)