X

Cotidiano

Máscara volta a ser obrigatório nas travessias de balsa a partir deste sábado (26)

Alta de casos de Covid leva Comitê Científico de Saúde de São Paulo a recomendar medida para frear transmissão

Luana Fernandes

Publicado em 25/11/2022 às 15:59

Atualizado em 25/11/2022 às 16:03

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A exigência inclui as travessias de balsas, lanchas e nas estações de embarque e desembarque destinadas a pedestres e ciclistas / Reprodução Dersa

Diante da alta do número de casos de Covid, o governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, assinou decreto, publicado nesta sexta-feira (25), em que volta a ser exigido o uso de máscara no transporte público estadual. A exigência inclui as travessias de balsas, lanchas e nas estações de embarque e desembarque destinadas a pedestres e ciclistas.  

O Departamento Hidroviário reitera que, por medida de segurança, é necessário sair do veículo durante a travessia, assim o usuário deve estar utilizando máscara. Para usuários autorizados a permanecer no veículo, por impossibilidade de locomoção, não será necessário fazer o uso da máscara. 

A medida seguiu recomendação do Comitê Científico de Saúde do Estado de São Paulo, que levou em conta a necessidade de frear o ritmo de transmissão. 

Circulam pelas oito Travessias Litorâneas, administradas pelo DH (Departamento Hidroviário) – órgão ligado à Secretaria de Logística e Transportes – 56,6 mil usuários por dia, sendo 26,7 mil pedestres e ciclistas e 29,9 mil motos e veículos. 

O Governo de SP reitera que considera fundamental a população estar com o ciclo vacinal completo para assegurar maior proteção contra o coronavírus. Decreto com a nova regulamentação foi publicado no Diário Oficial do Estado nesta sexta-feira, 25, sobre a decisão válida para o transporte público. 

Nas últimas semanas, o Estado de São Paulo tem apresentado aumento expressivo na transmissão do Sars-Cov-2, que se reflete principalmente nos indicadores de internações por COVID-19 em leitos de enfermaria e UTI. Nos últimos dias, a média diária passou de 400 novas internações. 

A velocidade de aumento diário de internações (5% para pacientes em UTI e 7% para enfermarias) e taxas de ocupação de leitos de UTI (44% no Estado de SP) é acentuada e começa a pressionar os sistemas de saúde público e privado.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cubatão

Quarta etapa do circuito de rua acontece neste domingo; veja percurso

Modelo do 'Circuito Cubatense 7 Km de Corrida de Rua' é único na Região, composto por 10 etapas que seguem até o fim do ano

Itanhaém

Tradicional Festa de Santo Antônio é atração em Itanhaém; veja programação e cardápio

Tradicional festa junina, que vai até dia 30 deste mês, conta com shows, comidas e bebidas típicas, no Belas Artes

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter