Marinha alerta para ressaca e ondas de até 3 metros em Santos

Previsão é para esta terça (16) e quarta-feira (17). Em Santa Catarina e Rio de Janeiro, as ondas podem chegar a até 4 metros

Comentar
Compartilhar
15 JUL 2019Por Da Reportagem19h02
Ondas podem chegar a 3 metros em SantosFoto: Nair Bueno/DL

A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), alerta que a passagem de um sistema frontal poderá provocar ressaca com ondas de direção Sul a Sudeste com altura até 2,5 metros entre o litoral dos estados de Santa Catarina e de São Paulo, ao sul da cidade de Santos, entre o dia 16 pela manhã e o dia 17 pela manhã, além de ondas de direção Sudoeste a Sudeste com altura até 3,0 metros entre o litoral dos estados de São Paulo, ao norte da cidade de Santos, e do Rio de Janeiro, ao sul do Cabo de São Tomé (RJ), entre o dia 16 à tarde e o dia 18 pela manhã.

Devido às condições meteorológicas citadas anteriormente, poderão ser observadas ondas, em altomar, de direção Sudoeste a Sudeste com altura entre 3,0 e 4,0 metros entre os estados de Santa Catarina, ao norte da cidade de Laguna (SC), e do Rio de Janeiro, ao sul da cidade de Arraial do Cabo (RJ), entre o dia 16 pela manhã e o dia 18 pela manhã. Além disso, estão previstas ondas em alto-mar de direção Sudoeste a Sudeste, com altura entre 3,0 e 5,0 metros entre os estados do Rio de Janeiro, ao norte da cidade de Arraial do Cabo (RJ), e da Bahia, ao sul da cidade de Caravelas (BA), entre o dia 16 à noite e o dia 18 à noite.

Ainda devido à passagem do sistema frontal, há condições favoráveis à ocorrência de ventos de direção Oeste a Sudoeste, rondando para Sudoeste a Sudeste, com intensidade até 74 km/h (40 nós) entre o litoral dos estados do Rio de Janeiro, ao norte da cidade de Arraial do Cabo (RJ), e da Bahia, ao sul da cidade de Caravelas (BA), entre o dia 16 à tarde e o dia 18 pela madrugada.

A Marinha do Brasil mantém todos os avisos de mau tempo em vigor no endereço eletrônico https://www.marinha.mil.br/chm/dados-do-smm-avisos-de-mau-tempo/avisos-de-mau-tempo.

As informações meteorológicas podem ser visualizadas na página do Serviço Meteorológico Marinho no Facebook, no link: https://www.facebook.com/servicometeorologicomb/, e por meio do aplicativo "Boletim ao Mar", disponível para download na internet, tanto para o sistema Android quanto para iOS, desenvolvido em parceria entre a Marinha do Brasil e o Instituto Rumo ao Mar (RUMAR).

Sistemas Frontais

O encontro de massas de ar com propriedades distintas formam o sistema frontal. Um sistema frontal é composto classicamente por uma frente fria, uma frente quente e um centro de baixa pressão em superfície, denominado ciclone (que gira no sentido horário no HS). Este ciclone desenvolve-se a partir de uma pequena perturbação em uma frente quasi-estacionária que separa o ar frio do ar quente, levantando-o na região de fronteira entre essas duas massas, ocasionando um decréscimo da pressão nesta região.

A ascenção do ar quente causa convergência em baixos níveis e formação de circulação ciclônica. A frente fria avança sobre a frente quente formando a região denominada frente oclusa. Com o aumento da região de oclusão o sistema frontal atinge seu estado terminal, o ciclone aumenta seu tamanho e transforma-se num vórtice frio na baixa troposfera. A fricção e a falta de mecanismos dinâmicos na atmosfera encarregam-se de dissipar o restante do ciclone e, portanto, do sistema frontal.

Colunas

Contraponto