Governo SP

Maré vermelha interdita várias praias da Austrália

Fenômeno se espalhou pela costa leste e interditou praias próximas a Sydney

Comentar
Compartilhar
29 NOV 201215h37

Uma grande quantidade de algas vermelhas invadiram mares australianos e obrigaram o fechamento de diversas praias próximas à Sidney. Relatos sobre a  “Maré vermelha” que se alastrou no mar  começaram nesta terça-feira (27) na famosa praia de Bondi e, rapidamente, se espalharam na costa de Sydney para Clovelly Beach e Gordons Bay.

Nesta quinta-feira (29), a imprensa local relatou que o fenômeno chegou à  cidade de Newcastle, localizada 160 km ao norte de Sydney, e Bateman's Bay, que fica 250 km ao sul da cidade. Pelo terceiro dia, locais que apresentam a mudança na coloração das águas têm sido interditados.

Relatos da ‘maré vermelha’ começaram na terça-feira (27) na famosa praia de Bond (Foto: Divulgação)

Chamada por muitos de alga vermelha, o problema é causado, de acordo com os jornais locais, pelo Noctiluca scintillans. Trata-se, na verdade, de um protista que se alimenta de plânctons.Este organismo libera amônia que pode causar irritações na pele, por isso, banhistas são recomendados a evitar o contato com a "maré vermelha". Há relatos, inclusive, de impacto no meio marinho, causando a morte de peixes na região.

Amostras estão em análise para estabelecer as causas da rápida proliferação do fenômeno. Uma das hipóteses levantadas é que um aumento súbito na temperatura da água e uma grande umidade na atmosfera podem estar ligados ao fenômeno.

Colunas

Contraponto