Mais Médicos: Maioria já está atuando na Baixada Santista

Prefeituras informam que quase todos os inscritos se apresentaram

Comentar
Compartilhar
15 DEZ 2018Por Bárbara Farias08h00
Prazo para médicos inscritos se apresentarem encerrou ontemPrazo para médicos inscritos se apresentarem encerrou ontemFoto: Karina Zambrana/ASCOMMS

A maioria dos médicos inscritos para as vagas do Programa Mais Médicos, do Governo Federal, na Baixada Santista já se apresentou.

A Prefeitura de Santos informou que “dos inscritos, sete deles se apresentaram na Secretaria Municipal de Saúde e já começaram a atuar na rede. O Município ainda aguarda a chegada de mais um médico até o final deste ano para a reposição completa do quadro. A expectativa da secretaria é que esta reposição ocorra com inscrito no edital para médicos estrangeiros e brasileiros formados no exterior”.

As oito vagas eram ocupadas por médicos cubanos que atuavam na Estratégia de Saúde da Família e deixaram seus postos no dia 21 de novembro. Ao todo, Santos possui 24 profissionais vinculados ao programa, que atuam na Atenção Básica.

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), informou que oito médicos vão compor o Mais Médicos. Quatro já se apresentaram e são brasileiros. Os Outros quatro deveriam se apresentar até ontem.

Em Cubatão, até as 12h13 de ontem, quatro profissionais já haviam se apresentado, dois na semana passada e outros dois nos dois últimos dias. eles começarão a trabalhar na segunda-feira (17). Todos os quatro são brasileiros formados no Brasil. O prazo de apresentação do profissional restante encerrou às 18 horas de ontem.

A Secretaria de Saúde de Guarujá informou que até quinta-feira (13), 16 novos médicos do programa já estão na cidade, em substituição aos 29 médicos cubanos que deixaram seus postos no mês passado. Ainda restam 11 vagas no município.

A secretaria esclareceu ainda que “este edital contemplou apenas os brasileiros formados no país, e os brasileiros formados no exterior com diploma revalidado no Brasil. Eles começaram a atuar na rede de Atenção Básica no dia 4 deste mês”.

A expectativa do Município era completar o quadro ontem, prazo do primeiro edital do Ministério da Saúde para a reposição dos médicos cubanos.

Em Bertioga, o novo médico já se apresentou na Secretaria de Saúde e começaria a atender ontem.  

Em Itanhaém, três médicos já haviam assumido os postos e iniciaram as atividades nas Unidades de Saúde da Família (USFs) municipais, segundo informou a assessoria de imprensa da Prefeitura na terça-feira (11). Os demais inscritos deveriam se apresentar até ontem para as duas vagas remanescentes. “Ênfase à questão de que todos, profissionais que já assumiram e inscritos que ainda irão se apresentar, são brasileiros”. A Secretaria de Saúde pretendia concluir todas as substituições até ontem, uma vez que também está chamando profissionais do último concurso público.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Mongaguá informou que a previsão é que o Município receba ao todo cinco profissionais. “Três se apresentaram e já começaram a trabalhar. Quanto aos demais, a Prefeitura aguarda um posicionamento”. Os dois profissionais restantes eram esperados até ontem.  

Praia Grande perdeu 18 médicos cubanos do programa. Todos encerram as atividades no dia 23 de novembro.

“Até o momento se apresentaram 11 médicos pelo programa Mais Médicos. As 18 vagas foram preenchidas, mas os profissionais têm até o dia 14/12 (ontem) pra se apresentarem. Médicos de outras unidades de saúde estão dando suporte as unidades que tiveram a perda dos médicos cubanos. Os médicos estão indo até três vezes por semana nessas unidades para efetuar atendimentos e, desta forma, evitar transtornos para população”, informou a Prefeitura em nota.

Peruíbe oferece cinco vagas. Duas dessas vagas foram preenchidas e ambos são brasileiros, segundo informou a assessoria de imprensa da Prefeitura. Há ainda três vagas remanescentes que devem ser preenchidas até o final de dezembro.