FEMINICIDIO

Maio Amarelo inicia com blitz educativa na área portuária de Santos

A ação transcorreu durante todo o dia com caminhoneiros e motoristas em geral

Comentar
Compartilhar
02 MAI 2018Por Da Reportagem22h00
A blitz educativa na área portuária ocorreu em parceria com a Codesp e a Guarda PortuáriaFoto: Divulgação/PMS

Uma blitz diferente chamou a atenção dos motoristas que passaram nesta quarta (2) pela Avenida Engenheiro Augusto Barata (retão da Alemoa), na área portuária. A abordagem era rápida, mas ao invés de fiscalização de veículos ou documentação, os condutores puderam fazer teste, por meio de amostra de saliva, para detecção de substância toxicológica. Todos receberam material informativo sobre drogas, álcool e seus efeitos.

A ação transcorreu durante todo o dia com caminhoneiros e motoristas em geral, abrindo a programação que a CET-Santos desenvolve este mês em alusão ao Maio Amarelo – movimento realizado em todo mundo para alertar e conscientizar a sociedade sobre o elevado número de mortos e feridos no trânsito.

 A blitz educativa na área portuária ocorreu em parceria com a Codesp e a Guarda Portuária, como parte do projeto Trânsito Livre de Drogas, do laboratório Maxilabor Diagnósticos.

Conforme o médico Anthony Wong, esse tipo de exame é adotado na Europa e em países como Austrália, Canadá, EUA e Colômbia. Idealizador da metodologia empregada no projeto, ele ressalta que a ação de campo visa sensibilizar para o problema, fazer levantamento/diagnóstico com a coleta voluntária e sigilosa de material e, ainda, a prevenção.

"É um teste rápido e não invasivo. Com a amostra da saliva é possível detectar a presença de substância toxicológica a partir de 15 minutos do consumo até 48 horas após", explicou Wong. O resultado pode ser aferido em três minutos. Nas duas primeiras horas, 20 testes foram aplicados. O laboratório pretende fazer cerca de mil.

Outros locais

A ação de campo volta a acontecer nesta quinta (3), também das 8h às 18h, desta vez no bolsão de estacionamento do emissário submarino, no José Menino. Na sexta (4), retorna à área portuária: Avenida Sérgio da Costa Matte (Perimetral), sentido Ponta da Praia/Centro (oposto à Rua Dona Luiza Macuco).

A última blitz para o teste, dentro do Maio Amarelo, será na próxima segunda-feira (7/5), na Avenida Rangel Pestana, em frente à Arena Santos.

Ainda como parte do projeto, serão promovidas, entre os dias 21 e 24, palestras em empresas da Cidade para alertas sobre os riscos de dirigir sob o efeito de drogas.

Colunas

Contraponto