Mães querem geladeira de presente

Comércio Varejista de Santos aposta no aumento das vendas da linha branca com redução do IPI

Comentar
Compartilhar
07 FEV 201322h36

A dona de casa Dirce Rio Souto, de 76 anos, há tempos pensava em trocar sua geladeira. A redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) decretada pelo Governo Federal, no último dia 17, e a proximidade do Dia das Mães foram os empurrões que faltavam para dona Dirce ter uma geladeira nova. “Eu vou ganhar uma geladeira nova”, afirmou sorrindo, acompanhada da filha Elizabeth Rio Souto Bonilha, que vai dar o presente.

“Eu e minha irmã estamos aproveitando a redução do IPI e também porque é Dia das Mães para dar a geladeira para ela”, disse Elizabeth contente. O modelo já estava escolhido, o que faltava ainda era fechar o negócio com o melhor preço. Dona Dirce e Elizabeth ainda visitariam outras lojas, no Centro de Santos, para pesquisar preços e comprar a geladeira.

Se o consumidor acredita que o momento é de comprar os produtos da linha branca, o comércio endossa. O presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Alberto Weberman, espera um aumento nas vendas dos produtos da linha branca — geladeiras, freezers, fogões, máquinas de lavar, tanquinhos — com a redução do IPI.

Weberman aposta num crescimento de até 6% nas vendas em geral para este Dia das Mães, em relação a data do ano passado. “O Dia das Mães é o nosso segundo Natal. As vendas maiores, com certeza, serão os presentes mais baratos como bolsas, sapatos, roupas e celulares, mas eu acredito que a procura pela linha branca aumente por causa da redução do IPI”.

Weberman comentou que o comércio quer vender então além da redução do IPI, os preços dos eletrodomésticos devem baixar ainda mais com descontos e ofertas para atrair consumidoras, sem falar nas facilidades de pagamento abertas pelas financeiras das lojas como crediários e parcelamentos em cartões de crédito, sem juros.

A dona de casa Marlene Pajares, de 61 anos, mãe de quatro filhos, avó de oito netos e com dois bisnetos, afirmou que gostaria de ganhar uma geladeira nova dos filhos. “Já que vai ficar mais barato, bem que eu poderia ganhar uma de presente, né?”, espera a matriarca dos Pajares.

A redução do IPI também chamou a atenção da dona de casa Wanderlina Rodrigues de Souza, de 71 anos. “Agora está bom para comprar. Eu gostaria de trocar minha geladeira, mas vou esperar um pouco mais”, disse Wanderlina.