X

Cotidiano

Linha Conheça Santos tem parada para visitar o Pantheon dos Andradas

O city tour panorâmico parte quinta e sexta, às 10h e 14h do Posto de Informações Turísticas do Gonzaga

Da Reportagem

Publicado em 13/07/2018 às 00:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

A linha turística está com atendimento ampliado até o próximo dia 29, de forma a atender melhor às necessidades dos turistas / Divulgação/PMS

Monumento em homenagem a José Bonifácio de Andrada e Silva, o Patriarca da Independência, e seus irmãos Antonio Carlos, Martim Francisco e padre Patrício Manuel, o Pantheon dos Andradas, inaugurado em 1923, é o ponto de parada para visitação, de sexta até domingo, da Linha Conheça Santos.

O city tour panorâmico, com monitoria de guia de turismo e passagem a R$ 15,00, parte quinta e sexta, às 10h e 14h do Posto de Informações Turísticas do Gonzaga (funciona no Posto de Salvamento 3, na orla). Já aos sábados e domingos há mais um horário à disposição durante as férias de inverno: 11h, 13h e 15h. Não é preciso fazer reserva antecipada.

Circulando por cerca de 40 locais de interesse histórico-cultural, a linha turística está com atendimento ampliado até o próximo dia 29, de forma a atender melhor às necessidades dos turistas – fora das temporadas de inverno e verão, os ônibus circulam apenas aos sábados, domingos, feriados e pontos facultativos.

Pantheon

O templo cívico ocupa o espaço da antiga portaria do Convento do Carmo e conta com monumento projetado pelo escultor Rodolfo Bernardelli, feito na Itália – as peças chegaram em 19 caixas, foram a leilão por questões alfandegárias e arrematadas por comerciantes e pela Sociedade Humanitária de Santos.

A estátua em relevo de José Bonifácio de Andrada e Silva encontra-se no centro do salão principal – sob esta, em duas caixas de aço, está grande parte de seus restos mortais. Confeccionada em mármore branco, à esquerda do monumento do patriarca está a urna funerária de Antonio Carlos Ribeiro de Andrada Machado e Silva, iluminada por pequeno lustre pendente de vidros coloridos.

 Já a urna funerária de Martim Francisco Ribeiro de Andrada encontra-se à direita do monumento ao patriarca e, sobre ela, lustre pendente de vidros coloridos preso a duas correntes formando um triângulo invertido, um dos símbolos da Maçonaria, à qual pertenciam os irmãos Andrada.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Coluna

Itanhaém prevê expansão econômica e outros assuntos

Congelamento da tarifa dos ônibus chegou ao público um pouco antes da hora

Ideia

Construtor sugere fundação nos moldes da Pinacoteca para 'novo' Escolástica Rosa

"Se formarmos um grupo e esse grupo for inteligente, envolve toda a sociedade no projeto"

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter